História Vampire -- Min Yoongi -- - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 26
Palavras 679
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Mistério, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - One


  *Piiiiiiii Piiiiiiii Piiiiiiii*


(S/N): Hmmm....

Acordo meio sonolenta com o barulho do despertador ecoando pelo quarto. Sento na cama pego o celular e desligo o alarme logo depois desbloqueando o mesmo. 

(S/N): Bom... Já é hora de  levantar.

Passeio meus olhos pelo quarto procurando Rex, meu cachorro que tanto amo.

(S/N): Rex, onde você esta bebê? *assovio*.

Rex: Au Au! 

Vejo o brincalhão sair de baixo da cama e vir em minha direção.

(S/N): Achei você! 

O mesmo sobe em cima da cama pulando em mim como se fizesse anos que não me via.

(S/N): Oque você acha de comermos bacon hoje amigão?

Rex: Au Au!

Dou um pequeno sorriso e acaricio sua barriga logo levantando e indo para o banheiro fazer minha higienes como de costume. Logo apos vou até a cozinha abrindo a geladeira e pegando o alimento e colocando-o em cima da bancada. 

(S/N): Pronto! 

Coloco o bacon e os ovos no meu prato e pegando o suco e depositando no copo. Levo o garfo com um pedaso de bacon ate a minha boca. Mas antes que pudesse come-lo...

Rex: *choro* *choro*.

(S/N): Posso tomar meu café da manha? 

O cachorro que já estava debruçado em meu colo, faz uma carinha de quem foi abandonado. Não resisto!

(S/N): Sabe como se chama isso? Isso se chama jogo sujo!

Pego uma fatia de bacon e dou ao mesmo. Apos tomar café lavo tudo e volto ao quarto para tomar um banho e colocar uma roupa para ir trabalhar.


*Quebra de tempo* 


Chego em casa cansada pelo dia corrido no trabalho. Ficar o dia todo cuidando de um paciente a beira da morte não é fácil. Mas oque me motiva a continuar a ser media é o sorriso deles quando ficam bem, não tem sensação mais gostosa do que saber que você salvou uma vida.

(S/N): Rex.

Nem consigo ver o animal vindo em minha direção pois já estava no chão com o mesmo em cima de mim me dando um banho. 

(S/N): Calma, Calma.

Consigo me levantar, toda babada mais consigo me levantar.

(S/N): Olha oque eu trouxe para você! 

Pego os biscoitos favoritos do cachorro que estavam em uma sacola na minha bolsa e os entrego, tomo um banho e vou fazer minha caminhada no parque.


*Quebra de tempo*


Vou até a sorveteria, que por sinal é a melhor da cidade, e pesco meu sorvete favorito.

(S/N): Boa noite Bruno.

Bruno: Boa noite (S/N). Você esta animada hoje, oque aconteceu?

(S/N): Salvei mais uma vida!

Bruno: Você é muito dedicada ao que faz (S/N) meu parabéns.

(S/N): Obrigada Bruno. Você é muito gentil.

Bruno: Então vai ser oque hoje?

(S/N): Hmmm.... Morango com...

Bruno: Flocos. É pra já!

(S/N): Como sabia?

Bruno: Conheço uma dama.

(S/N): Então devo lhe agradecer cavalheiro.

Bruno: Hahaha você entrou mesmo na onda.

(S/N): Hahaha você sempre consegue me arrancar risadas facilmente.

Bruno: Fico feliz em saber disso. Aqui o seu sorvete.

(S/N): Obrigada Bruno.

Saio da sorveteria e vou para casa. No meio do caminho estava tão concentrada na minha agenda que nem percebi que estava tendo obras nas ruas.

Homem: Desculpa moça mas a rua esta fechada agora.

(S/N): Ah AIM me desculpe. Onde tem um atalho para a rua Cow Hollow?

Homem: Vire a direita aqui e depois a esquerda e já estará na Cow Hollow. 

(S/N): Obrigada.

Faço como o homem havia me dito. Antes que pudesse virar a esquerda, meu celular cai no chão e o mesmo desliga me deixando na escuridão.

(S/N): Ai mais que coisa! 

Me ajoelho no chão palpitando o mesmo a procura do celular.

(S/N): Achei!

Quando pego meu celular me levanto ligando a lanterna novamente, mas para minha infelicidade ele acaba a bateria.

(S/N): Não!

Saio andando até ver uma luz fraca iluminando o beco.

(S/N): Sem saída.

Falo quanto vejo uma parede bloqueando minha passagem. Me viro para achar outro caminho quando dou de cara com um homem. Uma figura estranha cujo a pele era branca olhos diferentes um do outro e seu dentes.... Pontudos. Não deu tempo de raciocinar oque estava havendo ali, quando percebo já estava contra a parede com um estranho mordendo meu pescoço e chupando meu sangue. O mais alto me solta e olha para meu rosto, antes que eu desmaiasse em seu braços faço a última pergunta da noite.

(S/N): Quem é você?


Continua...




Notas Finais


Desculpem os erros.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...