História Vampire destiny - Capítulo 12


Escrita por: ~ e ~DezaPetamin

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Lay, Sehun, Suho, Xiumin
Tags Angst, Baeksoo, Chanhun, Chansoo, Destino, Kaisoo, Kyungyeol, Vampiro
Visualizações 54
Palavras 1.357
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishounen, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shounen, Slash, Sobrenatural, Steampunk, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Visual Novel, Yaoi
Avisos: Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente, sei que demorei a atualizar, mas é que ando atarefada, mas agora vim com tudo, vamos pra fic.

Capítulo 12 - Plano mirabolante


Fanfic / Fanfiction Vampire destiny - Capítulo 12 - Plano mirabolante

-Tá bom, Chanyeol, é o seguinte: você vai passar a usar roupas pretas, fazer aquela maquiagem de vampiro que você fez no Halloween e usaremos efeitos especiais pra fazer os seus poderes- explicou Sehun sério-

-O quê? Eu vou ter que me vestir como um vampiro?- perguntou Chanyeol sem entender-

-Como frade é que não é, Chanyeol, temos que convencer o vampiro Baekhyun que você é um vampiro disfarçado- respondeu Sehun malcriado-

-E por que eu tenho que ser o vampiro?- perguntou Chanyeol sério-

-Porque você sempre gostou de jogar com os vampiros no RPG- respondeu Sehun sério-

Chanyeol bufou e ficou sem dizer nada.

-Tá bom, é que encontrei um escravo do vampiro Baekhyun, ele queria saber sobre você, ele foi ameaçado de morte e então inventei isso, mas não se preocupe, Chanyeol, está tudo sob controle- disse Sehun sério-

-Tudo bem, vai ser divertido, mas só quero saber como serão feitos os meus poderes- falou Chanyeol calmo-

-Efeitos especiais como bombas de fumaça, chapas de exames, também tem as lentes de contato coloridas e...- explicou Sehun calmo-

-Pode parar, isso é horrível, não vai convencer ninguém, até mesmo o meu pai acharia ridículo, mas eu sei quem pode nos ajudar- disse Chanyeol sério-

-Ah é? E quem seria?- perguntou Sehun sem entender-

-O Kyungsoo- respondeu Chanyeol com os olhos brilhando-

-Ah, o cara que você se apaixonou- lembrou Sehun sério-

-Ele mesmo, só que o meu pai me proibiu de ir às mansões abandonadas, não tenho como ir vê-lo- falou Chanyeol entristecido-

-Tem sim- falou Sehun rapidamente-

-Como?- perguntou Chanyeol sem entender-

-Você precisa de um namorado- respondeu Sehun rapidamente-

-O....O quê?- perguntou Chanyeol com as bochechas vermelhas-

-Não vai ser de verdade, podemos fingir que estamos namorando, aí o seu pai vai parar de desconfiança pra cima de você e eu vou poder te ajudar a encontrar o tal do Kyungsoo- respondeu Sehun calmo-

Chanyeol pensou por alguns instantes, seu coração parecia que ia sair pela boca, ele lembrou das vezes que tentou conquistar Sehun, mas que agora amava Kyungsoo, ele não disse nada, ficou apenas observando o amigo, que percebeu.

-Se você quer voltar a ver esse Kyungsoo, é melhor aceitar o meu plano, como você disse, ele vai poder nos ajudar na parte dos seus poderes- falou Sehun sério-

-Está bem- concordou Chanyeol calmo-

-Então está ótimo, “namorado”, só precisamos nos preocupar com suas roupas- falou Sehun calmo-

-Só que temos um problema- lembrou Chanyeol batendo a mão na testa-

-Qual?- perguntou Sehun sem entender-

Chanyeol contou da conversa que teve com seu pai à respeito de Kyungsoo.

-Chanyeol, você não tinha que ter dito nada!- retrucou Sehun agitado-

-Mas agora falei- rebateu Chanyeol sério-

-Pra tudo tem um jeito, é só você dizer pro seu pai que você sempre me amou, ele vai acabar acreditando, aí a gente vai poder ir na mansão desse Kyungsoo pra podermos começar com a outra parte do plano- enumerou Sehun sério-

-Sempre te amei mesmo, mas isso foi antes de conhecer o Kyungsoo- disparou Chanyeol rapidamente-

-O quê?- perguntou Sehun espantado-

-Deixa pra lá, vamos ao plano- respondeu Chanyeol sério-

Sehun assentiu com a cabeça.

Na mansão de Kyungsoo, ele sentiu que algo estava acontecendo com Chanyeol, ele tratou de se  recompor e tentou falar telepaticamente com seu amado, que deu um grito de espanto. Sehun percebeu.

-O que aconteceu, Chanyeol?- perguntou Sehun-

-O Kyungsoo- respondeu Chanyeol aturdido-

-Onde?- perguntou Sehun olhando para os lados procurando o vampiro-

“Chanyeol, meu amor, está acontecendo algo?”- perguntou Kyungsoo telepaticamente-

-Estou bem e saiba que irei vê-lo logo- respondeu Chanyeol calmo-

“Venha sim, amor, já estou com saudades”- falou Kyungsoo telepaticamente-

-Eu também- declarou Chanyeol sentindo um arrepio correr pelo corpo-

Sehun arqueou as sobrancelhas, pois achou que o amigo estava ficando louco, mas preferiu não  dizer nada.

Chanyeol e Kyungsoo ainda trocaram algumas declarações de amor.

Sehun respirou fundo e se aproximou de Chanyeol.

-Eu não quero estragar seu momento de amor aí, mas temos que adiantar logo o nosso plano- interrompeu Sehun sério-

-Tem razão, Sehun- concordou Chanyeol calmo-

“O que aconteceu, amor?”- perguntou Kyungsoo sem entender-

-É algo muito sério, Kyungsoo, mas prefiro explicar pessoalmente- respondeu Chanyeol calmo-

“Está bem, mas saiba que você é meu”- disse Kyungsoo sério, nessa hora ele sentiu uma pontinha de receio do que viria-

-Sou seu, Kyungsoo, assim como você também é meu, te amo muito- declarou Chanyeol sentindo o coração palpitar mais forte-

“E eu também te amo. Venha logo, amor, já estou te esperando”- declarou Kyungsoo apaixonado-

Chanyeol sorriu e se sentiu extasiado, depois ele percebeu que Kyungsoo não falou mais nada, então ele se voltou para Sehun.

-Vamos, Sehun, quero falar agora mesmo com Kyungsoo e você vai me ajudar- resolveu Chanyeol determinado-

*-*-*-*-*-*-**-*-*-*-*-*

Na mansão de Baekhyun, ele estava em um laboratório secreto preparando algumas poções, logo ele ouviu um barulho vindo de trás das cortinas, ele olhou para a mesma enfurecido, seus olhos ficaram vermelhos e com o poder da mente, ele fez a cortina se abrir e revelar quem era.

-Hunf, apenas um imbecil que não conhece o seu lugar- murmurou Baekhyun fazendo uma cara feia-

-Me desculpe, senhor, eu só estava limpando o chão- mentiu um escravo chamado Jongdae, ele era cego-

-Vindo de você, eu não duvido, mesmo não me convencendo, seu inútil, hah, você deve ter confundido o salão com a cortina, por isso foi parar lá, hahahahaha- desdenhou Baekhyun rindo  de modo debochado-

Jongdae sentiu uma tristeza dominar seu coração, ele abaixou a cabeça e derramou algumas lágrimas, ele se lembrou de quando Baekhyun o cegou.

FLASHBACK

Jongdae terminava de passar a capa de Baekhyun, quando sem querer, acabou derrubando o ferro nela e rapidamente ela queimou. O escravo gritou apavorado, isso acabou chamando a atenção de Baekhyun, que ao ver a capa queimada, berrou de fúria.

-O QUE VOCÊ FEZ COM A MINHA CAPA, SEU ENERGÚMENO????- berrou o vampiro a plenos pulmões-

-Me desculpe, senhor, eu me distrai- pediu Jongdae querendo chorar-

-Desculpas, hein, é só pedir desculpas que tudo se resolve, sei- desdenhou Baekhyun enfurecido-

-Peço perdão- pediu Jongdae caindo de joelhos aos pés do seu senhor- Se for para aplacar sua ira, senhor, me castigue, do jeito que o senhor quiser, eu não vou reclamar-

-Farei isso- concordou Baekhyun com um sorriso mau-

Jongdae levantou o olhar para seu senhor só esperando a punição.

Baekhyun emanou uma aura roxo avermelhada e furou os olhos de Jongdae com os próprios dedos.

O escravo berrou de dor enquanto o sangue escorria de seus olhos.

Baekhyun gargalhou euforicamente.

-Não vejo nada, não vejo nada!- exclamou Jongdae desesperado, em seguida, ele desmaiou-

FIM DO FLASHBACK

-Qual seria sua punição dessa vez? Talvez a língua, eu não me importo de ter um escravo mudo- ameaçou Baekhyun com um olhar maquiavélico-

-Não faça isso, senhor, eu imploro!- pediu Jongdae querendo chorar-

Baekhyun ameaçou cortar a língua de Jongdae com um punhal, o escravo suou frio, mas o vampiro apenas cortou um pedaço da cortina.

Jongdae respirou aliviado.

-Volte aos seus afazeres logo ou acertarei mesmo a sua língua- ameaçou Baekhyun maquiavélico-

Jongdae se apavorou, reverenciou seu senhor e correu para cumprir suas tarefas.

*-*-*-*-*-*-*-*

De volta à casa de Chanyeol....

-Nossa, você está ansioso mesmo, hein, nós vamos- falou Sehun sério-

-Isso.... Quero ver logo o Kyungsoo- disse Chanyeol todo afoito-

-Espera aí, ô vampiro disfarçado, não esquece do sobretudo com capuz- lembrou Sehun sério-

-Tem razão- concordou Chanyeol já vestindo mesmo o sobretudo-

Em segundos, ele já estava todo produzido.

-Estou bem?- perguntou Chanyeol dando voltas-

-Assustador, mas a idéia é essa, vamos logo- respondeu Sehun sério-

Chanyeol deu um ar de riso, mas nada disse.

Os dois saíram e já iam combinando do que eles iriam fazer quando chegassem à mansão do Kyungsoo.

-Mal posso esperar pra ver o Kyungsoo- declarou Chanyeol ansioso-

Sehun nada disse.

-Fala alguma coisa, Sehun, nossa, que namorado foi esse que arranjei- murmurou Chanyeol fazendo feições engraçadas-

Sehun ia falar, porém antes eles ouvem uma voz masculina...

-Muito bem, estão entrosadinhos hein, só quero saber o que vocês dois pensam em fazer?- perguntou o homem-


Notas Finais


Que plano louco esse do Sehun hein.
Será que vai dar certo?
Conversas ChanSoo são lindas, né? Até por telepatia, kkkk.
O Baekhyun é mau mesmo, coitadinho do Jongdae.
E agora, Chanyeol e Sehun chegarão à mansão do Kyungsoo?
Quem será que apareceu?
Façam suas apostas.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...