História Vocês estão juntos mesmo? - Capítulo 1


Escrita por: ~

Visualizações 57
Palavras 1.042
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Fluffy, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Juntos, juntos


— Então, vocês estão juntos mesmo?

 

A pergunta de Kaminari fez a sala inteira simplesmente parar tudo que estava fazendo e começar a prestar atenção na sua conversa com Todoroki. Até aqueles que pareciam não dar a mínima para a sua  vida pessoal (ou para ele em si) estavam tentando ouvir dos seus lugares na sala. 

 

E, bem, Momo estava entrando em pânico. Mesmo que não estivesse na rodinha de conversa, estava diretamente ligada ao assunto, e também não é como se estivesse tão afastada.  

 

— Como assim? — Todoroki perguntou se fazendo de desentendido. Até teria rido naquele momento, mas seu coração ainda estava rápido. 

 

— Você e a Yaomomo! — explicou Ashido com um sorriso ansioso. 

 

Como se fosse instinto, virou a cabeça pra trás para ver Jirou, que simplesmente riu ao ver o pedido de socorro nos seus olhos. Momo já havia falado várias vezes sobre Todoroki para ela, então é claro que a amiga já tinha plena consciência dos seus sentimentos. 

 

Quando voltou a sua atenção para a roda de conversa, percebeu que Todoroki parecia estar pensando no assunto. Não tinha a mínima ideia do que ele iria responder, e nem se realmente queria ouvir alguma resposta. Será que ele queria falar que sim? E se falasse sim apenas por saber que ela estava ali? Sentia que ela lhe colocava uma pressão enorme nos ombros. Sabia que Todoroki nunca iria querer magoa-la, mas não queria que ele fingisse sentimentos por isso. Mas será que saberia lidar como uma rejeição daquelas? Uma rejeição simples já machucava, não queria nem pensar como deve ser uma rejeição indireta como aquelas. 

 

Quebrando a ponta do lápis que estava em suas mãos, percebeu que prendia a respiração. Soltou um suspiro pesado, abaixando o olhar para tentar não pensar no assunto. Sua ansiedade era uma desgraçada. 

 

— Passamos muito tempo juntos, sim. — Todoroki sabia bem como cutucar a curiosidade daqueles dois. Seu rosto continuava calmo, e nem sequer aparentava dar alguma atenção para eles. O seu olhar continua centrado no quadro e revezava apenas para o seu caderno, tentando terminar as suas anotações já que Midnight não sabia dividir seus assuntos em tópicos curtos; precisava escrever parágrafos. 

 

— Não assim... — Ashido resmungou, fazendo uma expressão emburrado. — Eu digo... Juntos, juntos... Tipo... Hm... 

 

— Tipo o Bakugou e a Uraraka! 

 

Após Kaminari dar o seu exemplo num tom em que a sala inteira pode ouvir, Momo só conseguiu ver os dois se engasgarem nos seus respectivos lugares. Era verdade que esses dois tinham começado a passar muito mais tempo um com o outro, mas não imaginava que fossem um casal. 

 

— Eles estão namorando? — Todoroki perguntou realmente surpreso. Ninguém ali da sala fazia a mínima ideia de que eles estavam saindo. 

 

— Pois é, Kaminari, eles estão? — O sarcasmo estava nítido no tom de voz de Mina. Aparentemente, era pra sala continuar sem saber sobre eles. Já sabiam que uma gritaria de palavrões começaria nos dormitórios hoje. — Enfim, não importa, você já entendeu! Está saindo com a Yaomomo também? 

 

Percebendo Todoroki lhe olhando discretamente pelo canto do olho, apenas abaixou a cabeça — tinha quase certeza de que suas bochechas estavam pegando fogo naquele momento. Não queria se meter naquela conversa e também não queria influencia-la de algum jeito. 

 

— Gosto de ficar perto da Momo. — disse por fim, e quando percebeu a cara dos dois intrometidos nem deu tempo para que começassem a resmungar. — Também gosto de conversar com ela, sair para passear e segurar a sua mão. Ela é maravilhosa em todos os sentidos, só de ficar do seu lado já me satisfaz. 

 

Por mais que ainda estivesse constrangida com a situação, não conseguiu evitar um pequeno sorriso bobo. Todoroki vivia falando como lhe achava incrível e forte — por mais que nunca conseguisse colocar isso na sua cabecinha teimosa —, mas nunca o ouviu falando de si para os outros. Não sabia dizer se estava com vergonha ou grata, mas gostava de ouvi-lo falar esse tipo de coisa. 

 

— Own, ele sabe ser fofinho! — Ashido comentou enquanto cutucava levemente a sua bochecha esquerda. 

 

— Nem parece que é metade gelo. — disse Kaminari de forma sarcástica. — Mas estão juntos ou não? 

 

O silêncio que ficou entre eles pareceu ter durado séculos, mas foram apenas alguns segundos torturantes até Todoroki finalmente responder. 

 

— Estamos sim. 

 

E então Ashido e Kaminari deram um alto grito animado enquanto trocavam um soquinho, virando em direção a Sero e falando que ele iria pagar o almoço deles durante uma semana. Nem teve tempo de ficar indignada por ter o seu relacionamento com Todoroki transformado em aposta, já que logo, não só aqueles dois, mas também grande parte da sala a encarava esperando alguma resposta. Parecia até que estavam  diante de um casal de celebridades. 

 

— Também gosto de passar o tempo com o Todoroki-kun... — disse após respirar fundo, sentindo o coração quase pular para fora do peito com toda aquela atenção. — Me sinto mais leve com ele, e com o tempo fui parando de me sentir inferior por causa da individualidade. — Passou a mão no braço ao perceber que continuavam a olhá-la, tentando pensar no que ainda poderia falar. — Ele é sempre gentil comigo, e me faz feliz... É, estamos juntos, juntos... 

 

Mina e Kaminari continuaram comemorando e jogando na cara do amigo que tinha perdido. Olhou para Todoroki novamente, e este lhe observava com um sorriso nos lábios, o que a fez soltar um fraco riso por não saber como responder. Percebendo o celular vibrar na mesa, viu que ele havia mandado uma mensagem a convidando para dar uma volta depois das aulas. 

 

E depois disso não demorou muito para All Might entrar na sala e acabar com a bagunça. Todos voltaram para os seus lugares, e Momo rapidamente o respondeu antes de guardar o celular na sua mochila para não causar problemas. 

 

Ainda não tinha ideia do que aquela conversar significou para os dois, mas sabia que tinha ficado feliz por ver Todoroki admitindo para a sala inteira (já que Kaminari era praticamente um megafone) que estavam juntos, e também se sentiu bem por ter confirmado. Talvez tivessem oficializado aquela relação de "Mais Que Amigos Porém Não Namorando" de algum jeito, mas sabiam que não precisavam de alguém perguntando para isso; Momo e Todoroki possuem um jeitinho especial e único de se entender.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...