História What To Do On A Raining Day? (Camren) - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony
Personagens Camila Cabello, Lauren Jauregui
Tags Camila Cabello, Camren, Fifth Harmony, Girl On Girl, Lauren Jauregui, Lesbian, Lgbt, Sex
Visualizações 211
Palavras 773
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Aloha pessoas e sofredoras Camrensinhas 😊
Me desculpem por acabar com o clima de pegação do capítulo passado, mas não desistam de mim... Próximo capítulo o fogo das duas voltam 😎
E a Fic talvez esteja acabando então se gostarem peço que leiam algumas outras Fics que escrevi e estou escrevendo no momento
•The Reality
•The Love Survive - Essa eu escrevo com o meu Bebê ~Steiin
•My Neighbor - É uma Short Fic e já está terminada.
Por favor deem uma olhadinha nelas... Prometo que não vão se arrepender 🙏😊
Boa Leitura 🤗

Capítulo 13 - I'm Really Into You


- Lauren eu... – ela apenas me olhou sem conseguir falar mais nada.

- O que foi Camz? Você não estava gostando? – perguntei preocupada – Eu te machuquei?

- Não Lolo, não é isso – ela respondeu tentando me acalmar – É só que... Você sabe...

- O que? – perguntei.

- Você sabe... Eu nunca fiz nada – ela respondeu calma.

Eu sabia, é lógico que eu sabia, ela é minha melhor amiga, mas eu estava tão nervosa naquele momento que não consegui raciocinar direito para pensar sobre o que ela estava tentando me falar. Eu sou muito idiota mesmo... Puta que pariu hein Lauren Jauregui, não sabe dá uma dentro que já começa a fazer besteira.

- Eu sei, eu sei Camila – falei rápido, tentando não me socar – Desculpa, eu não queria... Eu não ia... É que...

Merda... Eu não sabia o que dizer. É lógico que eu queria, mas não iria fazer nada que ela não quisesse ou não se sentisse a vontade em fazer.

- Eu entendi Laur – ela falou rindo um pouco do meu nervosismo, o que me fez ficar com vergonha – Está tudo bem Lolo... Eu quero... – ela me olhou ao falar isso – Mas tenho medo, não sei...

- Você quer mesmo? – perguntei surpresa.

- É claro – ela disse sorrindo – Você não percebeu todos os olhares que eu jogava para você sua Idiota? Não percebeu nem mesmo na vez que a gente quase se beijou quando a energia voltou? – ela estava rindo agora.

- Bom, sim... Mais ou menos na verdade – respondi sorrindo – Eu estava em dúvida se você realmente queria ou se era coisa da minha cabeça.

- É lógico que eu quero Laur... Quero a um tempo na verdade – ela respondeu meio envergonhada, mas sorrindo – Você é muito lesada.

- Que? Não sou não – falei – E se por acaso eu for, você também é...

- Porque você tá falando isso? – ela me perguntou.

- Porque você não percebeu que eu também queria – respondi.

- Não percebi? – ela riu – É lógico que percebi sua Idiota. Isso estava na cara.

- Não estava não – falei surpresa com o que ela disse.

- É lógico que estava na cara – ela respondeu rindo da minha cara de surpresa – Percebi todas as vezes em que você se afastava, envergonhada, de mim quando a gente “sem querer se esbarrava” – ela falou isso fazendo aspas – Não era sem querer, eu sempre tentava ficar o mais próximo de você Lauren.

- Nossa – respondi muito mais surpresa agora – Eu nunca percebi isso.

- Ahh e é claro – ela lembrou – Filmes de terror... Eu posso não ser a pessoa mais corajosa em relação a filmes de terror, mas também não tenho tanto medo a ponto de precisar ficar te abraçando, ou segurando sua mão e muito menos ter que ir ao banheiro com você...

Meu Deus... Eu estava tão surpresa com aquilo tudo. Certo, agora sim eu confirmo, eu sou lesada. Nunca havia percebido nada disso, mas agora, parando para pensar melhor, Camila começou a agir bem diferente comigo nesses últimos tempos, achei que era por causa de nossa amizade, achei que estávamos ficando mais íntimas, mas pelo jeito era porque ela queria ficar mais íntima de mim.

- Eu... eu não fazia ideia disso tudo – disse para ela.

- Eu disse que você é lesada Laur – ela falou dando de ombros – E sobre a gente não terminar o que começou aqui... Desculpa.

- Ei Camz, você não precisa pedir desculpa por nada – eu lhe disse – A gente não precisa fazer nada.

- Obrigada Laur. Vou tomar banho – ela me beijou rapidamente e foi pegar suas coisas.

- Posso ir junto? – perguntei sorrindo como uma criança.

- Não Idiota – ela me respondeu rindo andando até o banheiro.

- Pelo menos eu tentei – falei triste dando de ombros o que fez ela ri mais.

As pessoas costumavam chamar Camz de trouxa, por ela sempre falar demais sobre seus sentimentos... Odiava quando faziam aquilo. Isso foi uma coisa que logo aprendi sobre ela...

Ela ama e não tem medo disso, não tem vergonha de dizer o que sente. Camz tem uma alma livre. Não liga para os que dizem “se gosta, não demonstra”, ela era totalmente diferente, sempre demonstrava o que sentia e se tinha algo que a incomodava ela falava, mesmo que isso mudasse muitas coisas.

A maioria acharia errado ou mesmo constrangedor ela me falar tudo aquilo depois de nós beijarmos apenas duas vezes, falar o quanto estava afim de mim e tudo o que fez, mas eu a conhecia o bastante para entendê-la.

Eu não sabia explicar Camila Cabello, mas a queria de tantas formas que nem eu conseguia imaginar.


Notas Finais


Eu quis fazer um capítulo mais amorzinho, mas o fogo voltará 😎🔥
Espero que gostem do capítulo.
De novo por favor olhem minhas outras Fic 🙏
Comentem e favoritem se estiverem gostando da Fic 🤗
Obrigada por lerem 💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...