História Who Are You? ;; Justin Bieber - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Belieber, Bieber, Fanfic, Jauregui, Justin, Justinbieber, Lauren, Malik, Zayn, Zaynmalik
Visualizações 35
Palavras 804
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Festa, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


1/2.

Capítulo 10 - He's a Dead Man.


Era Nick. Mas como assim? Harry o ajudou a fazer isso? Não pode ser. Harry não faria isso.

A questão é que agora ele está aqui, na minha frente e eu estou imóvel, não sei se devo correr e pedir ajuda ou se devo ficar aqui. As duas alternativas não me parecem muito inteligentes no momento.

Nick me olha profundamente e com um olhar indecifrável. Mas eu não vou correr. O pouco de dignidade e coragem que me resta me diz para acabar com isso de uma vez, e é por isso que vou ficar aqui cara a cara com esse sujeito e saber o porquê de tudo isso. Ele não pode estragar o dia de hoje e nem o de amanhã.

- O-o que você quer? Por que mandou mensagem pelo celular do Harry? - falo num sussurro.

- Isso não interessa, Marie Walters. - a pronúncia do meu nome saindo da boca dele me enoja. - A única coisa que precisa saber é que estamos apenas eu e você aqui.

Gelei com suas palavras e meu corpo inteiro tremeu. Fecho a mão, mas meu medo me impede de qualquer ato.

- Está errado. - tomei coragem. - Há dezenas de pessoas bem ali e se eu bem quiser acabar com o seu showzinho eu o faço, Nick.

- Seria uma pena se eu te falasse que é melhor que não tente correr ou gritar. Você sabe o que é melhor, não sabe? Boa garota. - ele é ridículo. Seu corpo se aproxima ainda mais. - Eu sempre disse que te amava e você seria minha pra sempre, Marie. Você lembra disso? - permaneci quieta. - Responda-me. - assenti irritada. Ele riu. - E você será.

- Nick, por favor. Acaba seu discurso imbecil, eu preciso ir embora. Não estraga o dia de hoje. - ele suspirou pesadamente. - Você já me danificou o suficiente. Eu quero paz, Nick. Paz! Droga. - gritei. - Então eu sinto muito interromper o seu papel ridículo de arrependimento, mas eu preciso voltar.

- Você não vai a lugar nenhum.

Depois de ouvir ele pronunciar essas palavras, senti uma pancada forte em minha cabeça. Minha vista escureceu e a última coisa que vi foi o chão.

Points of view Justin Bieber

Ainda não criei coragem de procurá-la e falar tudo. É mais difícil do que pensei. Marie também não ajuda em nada, não aparece e não manda um sinal.

- Megan, você viu a...

- Jus... - Megan vomita literalmente, digo, LITERALMENTE em cima de Louis.

- Ah meu Deus. Tem uns banheiros lá dentro. - seguro o riso. - Vai se limpar, nojenta.

- Eu levo ela, mas só porque ela está bêbada demais pra ir sozinha. - Louis diz. - Você vai morrer depois disso, vagabunda desgraçada.

- Harry, onde está a Marie? Achei que ela estaria aqui com vocês.

- Não sei, Justin. Não a vi, e realmente faz tempo que ela esteve aqui.

- Você poderia ligar? - eu não posso dizer que tenho o número dela. Apesar de estar louco de preocupação, não queria deixar escapar qualquer semelhança.

- Sim, vou ligar. - Harry olha para o chão e franze a testa. - Justin... Droga. Meu celular. - franzi o cenho. - Nick pediu emprestado, ele me falou que precisava fazer uma ligação e não me devolveu.

- O que? Como assim ele está na minha casa? Quem o convidou? E porque emprestou o caralho do celular para ele, Harry?

Harry ainda tinha uma certa a proximidade com Nick e acabou esquecendo dos problemas dele com Marie e o convidou, já que o mesmo havia lembrado de seu aniversário.

- É... Fui eu, é que ele foi em minha casa dar parabéns e eu acabei o convidando. - fechei os olhos com força. - Olha só, eu sei que fiz merda. Deixa eu pensar... - ele pareceu pensar com alguns segundos, mas não demorou muito para bagunçar os cabelos e choramingar frustrado. - Que droga!

- Ainda bem que você reconhece o que fez, não é mesmo? - me irritei. - Mas agora a prioridade é ela. Vamos encontrá-la e...

- Eu juro que não fiz por querer, Justin. Logo eu que sempre estava alertando ela pra que tivesse cuidado. Nick é um imprestável quando se trata do assunto do que houve entre eles, ele fica conturbado. - ele se explicava. - Ele ter sido gentil comigo daquela maneira só poderia ser por alguma coisa, e eu sinto que não é bom...

- Se ele é um louco, psicótico e uma ameaça tão grande assim pra ela, porquê é que você ainda perde tempo o explicando? - neguei com a cabeça. - Vamos logo. Agora uma coisa. - chamo sua atenção. — Ele será um homem morto se algum mal acontecer a ela. Eu não vou descansar enquanto não encontrá-lo, então não fique chocado quando isso acontecer.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...