História Who Are You? ;; Justin Bieber - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Belieber, Bieber, Fanfic, Jauregui, Justin, Justinbieber, Lauren, Malik, Zayn, Zaynmalik
Visualizações 29
Palavras 1.687
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Festa, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 14 - Hot Kisses.


Points of view Marie Walters

- HOJE É SÁBADO! - grito descendo as escadas encontrando minha mãe terminando o café.

- Veja só quem acordou de bom humor. Bom dia filha, vamos comer? - finalmente aquela frase que eu adorava. Meu estômago clamava por comida.

E sim, minha relação com minha mãe mudou pra melhor. Conversamos sobre tudo e ela me dá atenção redobrada. Só não sabe sobre o Drew, ainda.

Vou assistir um pouco de tv e ligar pra Megan depois, diz ela que tem novidades e eu já imagino quais sejam. Sempre desconfiei dela e do Louis, tomara que tenha sido isso.

Abro meu guarda-roupas e decido que é melhor ir até a casa da Megan do que ligar, faz tempo que não ando por lá.

Marie: Bom dia, florzinha.

- Mãe, estou indo na casa da Megan. Volto antes das duas.

- Você sabe que eu fico preocupada com essas suas saidinhas. Sem querer te preocupar, mas aquele marginal ainda está solto, Marie. Por favor, tenha cuidado. E volte mesmo, mas não estarei em casa, vou pra casa da mamãe.

- Tá bom. - beijo sua bochecha e saio.

Points of view Justin Bieber

Sábado de sol.

Tem coisa melhor do que uma caminhada hoje? Se tiver, que eu possa considerar uma Marie bem gostosa comigo nessa cama. Ok, fechei o cu.

Tomo um banho relaxado e procuro por uma roupa confortável, mas antes vamos melhorar o astral de alguém.

Drew: Bom dia, boneca.

Drew enviou uma imagem. [Anexo]

Coloquei uma roupa adequada para caminhada, fones e água. Vamos lá.

Points of view Marie Walters

Já é a quinta vez que toco a campainha da casa dessa puta e ela não abre. A solução é voltar para as antigas: espiar pela janela.

Arregalo os olhos e mudo de ideia sobre querer entrar na casa de Megan agora na mesma hora em que escuto gemidos vindo da mesma, pelo menos não vi nada. Provavelmente era Louis com ela. É, que ótimo.

Sento-me em um banco qualquer do parque pensando o que faria e pra onde iria já que minha melhor amiga me trocou por sexo.

Points of view Justin Bieber

Cada vez que corro sinto vontade de fazer isso todo o tempo. É muito bom. Tomo o último gole de água que restava e sento-me em um dos bancos do parque.

E é lá que me esqueço até de como é ruim estar grudento e morto de sede, porque ali está ela. Uma delicinha.

Não penso duas vezes e chego por trás do banco que ela estava sentada. Tapo seus olhos e seu perfume invade minhas narinas e me sinto tão leve. Caio na risada por causa dos seus gritinhos aborrecidos por não ter forças de tirar minhas mãos dali, como pode um ser humano me deixar assim? Tão ridiculamente apaixonado?

Tiro a mão de seus olhos e ela me fuzila com os seus, mas logo em seguida vem aquele sorriso mais do que radiante. Aquele sorriso que só ela tem.

Abro os braços e Marie se joga neles em um abraço gostoso, que pena que não estou cheirando muito bem nesse momento.

- Olá, Bieber. - Marie, não me faz passar vergonha, Jerry não é nada discreto quando fica feliz.

- Oi, Walters. Perdida?

- Não exatamente. Eu sabia pra onde ir, mas parece que chegaram antes de mim e minha presença não seria muito conveniente no momento. - falou meio risonha.

- E quem recusaria sua preciosa visita? - não contive meu olhar e fala, estava fazendo malícia daquilo tudo.

- Engraçadinho. - ri. - Eu ia na casa de Megan, mas ela tava ocupada demais pra ouvir a campainha tocar, com Louis.

- Louis?

- Só você pra ser tão lerdo a ponto de não ter percebido eles dois. - ela revira os olhos e aquilo foi sexy.

- Tenho esse problema. - admiti. - Mas como deixar uma convidada recusada, aqui, abandonada? - fiz cena. - Não vai rolar. Acho que irei te obrigar a tomar sorvete comigo. - Marie assente sorridente.

Chegamos e pedimos nossos sorvetes, cada um a seu gosto. O meu, algodão doce. Marie, flocos.

Trocamos algumas risadas ali, mas o silencio tomou conta quando Marie pegou o celular e parecia admirada com algo que via. Já sei o que.

Logo brotou um sorriso largo no rosto, respondendo rapidamente a mensagem.

Fudeu. Fudeu muito.

Meu celular vibra no mesmo momento. Marie olha atentamente para mim com uma sobrancelha arqueada mas eu sou um cara de improvisos, mestre do disfarce e então fingi falar comigo mesmo sobre algo que falsamente minha mãe teria mandado. Levantei, paguei a conta e fomos de volta para os bancos do parque. Ela pareceu convencida.

- Obrigada pelo sorvete, Jus. Mas da próxima eu pago ou então bato em você lá mesmo e acabo pagando do mesmo jeito.

- Ah, cala a boca. - ela riu. - O que vai fazer agora?

- Eu acho que vou pra casa. - Faz cara de tédio.

- Não, você vai para a mansão Bieber, agora mesmo. - puxo-a pelo braço e ela nem faz questão de se soltar. Então vamos para minha casa, opa.

Chegamos lá e o de sempre: Meu quarto.

- Vou tomar banho, qualquer coisa chama alguma das empregadas se quiser algo. - ela assente e se joga na minha cama mexendo em seu celular.

Como eu não sou bobo, silenciei as mensagens do meu para que ela não desconfiasse de nada novamente.

Outra coisa que vocês devem estar se perguntando é como ela ainda não sabe que eu sou o Drew por causa do corpo.

Sempre me senti a vontade com minhas cuecas, mas desde que decidi que não queria que ela descobrisse de imediato meu anonimato passei a usar roupas que não mostrassem nada suspeito. Já cheguei a usar algumas que deixavam parte do meu corpo a mostra, mas ela sequer prestou atenção, e isso facilitou muito o meu anonimato até agora.

Mais uma vez aquele banho muito bom e breve. Enxugo-me, visto as roupas e vou ler as mensagens da garota que jura estar falando com um desconhecido.

Marie: QUE ISSO, GAROTO?

Marie: Tu é gente mesmo?

Marie: Não tem condições de alguém ser tão gostoso assim.

Arrumei o cabelo deixando um tanto bagunçado e passei perfume, sorrindo feito idiota.

Points of view Marie Walters

Minha mãe vai me matar.

Mas se matar pelo menos está sendo por uma boa razão. Eu e Justin fizemos sessões de filmes de comédia e meu pâncreas a doer tanto do filme quanto das piadas que o idiota cria. É bom estar com ele.

Parte de mim tem uma queda por esse Deus grego aqui do lado e outra parte por Drew. E por que por Drew? Simples: Como uma pessoa que você nem conhece te faz tão bem com uma simples mensagem por celular? Pois é, é raro não é?

Fiz biquinho quando vi o último filme que tínhamos pra assistir acabar. Qual a desculpa que eu teria pra ficar na casa de Justin agora? É, nenhuma. Agora oficialmente eu preciso ir.

- Eu preciso ir, Justin. Você pode me levar at... - sou interrompida por seus lábios macios nos meus. Ele pede passagem e eu o faço, e meu Deus. Deve ter sido a minha melhor escolha. Justin beija muito, muito bem.

Ele inicia um beijo calmo, explorando minha boca de todas as formas possíveis. Minhas mãos agora estão em seus cabelos e Justin mantém uma nos meus também, a outra pressiona minha cintura. Estávamos lado a lado. Ele pressiona mais minha cintura e aprofunda o beijo, agora de uma forma um pouco mais feroz, com pressa.

Não sei como e nem porque estamos nos beijando agora, mas algo me impede de parar e questionar sobre isso no momento.

Paramos por falta de fôlego e permaneci com os olhos fechados por alguns segundos. Estava com vergonha de olhar para ele agora.

- Ainda quer ir? Porque... Você sabe. A gente poderia assistir mais alguns filmes... - não aguentei e soltei uma risada, Justin também. - Eu precisava fazer isso. - encarei seus lábios. - Faz muito tempo, na verdade. E eu sei que beijo bem. - modo convencido on. - Agora olha pra mim.

Fiz o que o mesmo pediu e fiquei ali a encarar aquele ser maravilhoso que acabei de beijar. Justin também me olha, mas seu olhar esconde algo. Não sei dizer o que, ele parece pensativo e preocupado ao mesmo tempo. Passo a mão por seu rosto e ele fecha os olhos, me fazendo contemplar toda sua beleza.

- Marie. - indaguei um "Oi". - Posso falar uma coisa?

- Deve.

- Eu vou agarrar essa sua boca de novo. - sussurrou. - Agora. - fala com seu tom rouco extremamente sexy.

Justin volta com seu beijo feroz, o que estava me deixando excitada.

O movimento que ele me lançou a parede foi brusco, assim como o meu atirando ele na cama e ficando por cima do mesmo.

Sua ereção não é nem um pouco discreta, acredito que minha calcinha úmida também não.

Eu já não respondia por mim naquele momento. Justin também não.

Ele separou nossos lábios e logo os senti no meu pescoço, onde ele mordia levemente. Suas mãos percorreram a parte interna das minhas coxas até chegar em minha bunda. Ali ele apertou e pressionou, fazendo-me sentir ali sua ereção ainda maior.

A HORA, MARIE.

Saio rapidamente do colo do Justin (o que foi uma pena) e fico de pé me recompondo. O mesmo senta-se na cama sem entender.

- Era pra eu estar em casa uma hora e meia atrás. - me arrumei desajeitada. - Desculpa, Justin. Eu preciso ir.

- Não, você não vai.

- Sim, eu vou.

- Você vai me deixar aqui assim? - me agarra pela cintura e pressiona seu membro em minha bunda. - Não faz isso, Mar...

- Desculpa. - virei-me pra ele. - Eu venho aqui mais vezes pra compensar. - dou as costas. Mais uma das vezes que isso falha.

Ele me puxa para frente de si e inicia um beijo calmo, encerrando com vários selinhos.

Points of view Justin Bieber

- Obrigado por me deixar assim. - aponto para o volume das minhas calças. Ela sorri de canto e vai deixando o quarto.

Eu preciso dessa garota. Preciso que ela seja minha.


Notas Finais


Cês pensaram que ia ter hot hoje né? KKKK, amo vocês.

3 favoritos e 3 comentários. ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...