História Who you love? - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Capitão Killian "Gancho" Jones, Cora (Mills), David Nolan (Príncipe Encantado), Emma Swan, Henry Mills, Ingrid / Rainha da Neve / Sarah Fisher, Lacey (Belle), Mary Margaret Blanchard (Branca de Neve), Regina Mills (Rainha Malvada), Robin Hood, Ruby (Chapeuzinho Vermelho), Sr. Gold (Rumplestiltskin), Zelena (Bruxa Má do Oeste)
Visualizações 31
Palavras 980
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


scrr n sei como me veio essa ideia, mas decidi começar uma ff aaaa.
essa eh minha primeira gente, entao me desculpe por erros de portugues amoreees.
qualquer coisa eu estou no tt @parrillswen
boa leitura!

Capítulo 1 - Prólogo


Regina Mills era uma típica adolescente de Seattle. Seu gosto era eclético, gosta de aventuras, festas e se divertir com os amigos e família. Era feliz consigo mesma e por onde passava transmitia alegria. 

Seus pais moravam em uma casa um tanto quanto grande. Eles eram donos da Love em Seattle, uma das revistas mais famosas do mundo. Quando Regina crescer aquilo tudo seria dela, que concorda plenamente. 

Estava deitada na gramado do jardim olhando as nuvens no céu. Adorava fazer aquilo todos os dias, é o que acalmava. Seus pensamentos eram vagos e à cada pensamento que dava, um suspiro diferente. No auge de seus 19 anos e com tudo que tem, não precisava se preocupar com nada. 

- BUUU! 

- Que susto, Emma! - Colocou a mão em seu peito ao levar um susto de sua melhor amiga. 

- Ela é drámatica ela. - Deitou- se ao lado da amiga. 

- Já arrumou tudo?- Perguntou mais como um sussurro. 

- Já! 

Emma irá fazer faculdade de design na Europa. Para a jovem sempre foi o sonho dela fazer faculdade na europa, e seus pais haviam deixado. E sempre que tocavam no assunto o clima ficava tenso. Emma era uma irmã mais nova para Regina, faziaam tudo juntas. Tinham intimidade suficiente para contar as coisas que sentiam e faziam. E agora ela está partindo. 

- Regina, já conversamos sobre isso. - virou- se para a morena. 

- E voce vai amanha? - Fechou seus olhos os sentindo lacrimejarem. 

- Sim! E por isso vamos fazer alguma coisa. - Levantou- se e estendeu a mão para Regina. - Hoje, vamos fazer tudo o que tivermos vontade, ok? - olhou bem no fundo dos olhos cor de mel à sua frente. 

- Ok! 

Adentraram a casa e logo estavam saindo. Sem regras hoje, queriam fazer tudo o que tinham vontade, e realmente fizeram. 

Primeiro, foram assistir filme de terror no cinema e Regina odeia filme de terror. Depois de dar tres gritos as duas foram expulsas da sala, Regina não aguentava mais, e Emma apenas gargalhava. 

Sentiram fome e comeram do prato predileto delas, comida chinesa. Emma não sabia comer com os pauzinhos e Regina como era metida, fez inveja para a amiga. Encheram a barriga de peixe cru e refrigerante. 

Havia um playground no shopping, e como elas eram literalmente umas crianças, correram pra lá. Tinha jogos de fliperama, dança e uns escorregadores. E elas participaram de todos. Era impressionante o jeito que se davam tão bem, eram peritas em passar mico. 

O relógio marcava sete horas e havia pouco tempo ate chegar a hora de partir. Deram o ultimo passeio do dia, entraram no parque de diversão de Seattle, se divertiram a beça. Foram em todos os brinquedos, nao hora de ir na montanha- russa Emma exitou um pouco, por ter medo de altura, mas encarou mais essa. 

Quando cansaram as duas pararam no meio do parque e ficaram se encarando. Nessa troca de olhares tinha muito sentimento, e um deles era: saudade. 

- Eu ja to com saudades, Emms. - fixou os olhos no chão. 

- Não precisa. Eu ainda estou aqui! - ergueu o rosto de Regina. 

- Mas amanhã não irá mais. 

- Eu sempre vou estar aqui. Sou tua amiga-irmã. Pode me ligar, mandar mensagem, sempre! - Regina ja se encontrava chorando. - Fique com isso. Quando ve-lo pense em mim. - Deu uma pelucia de panda pra sua amiga, que à abraçou em seguida. 

Ficaram mais um pouco no parque, só desfrutando da companhia uma da outra  e quando deu nove horas foram embora. Quando pararam em frente a casa de Regina, nenhuma se atrevia a dizer uma palavra sequer. Qualquer coisa que disserem seria como uma despedida. 

Regina mantinha seu olhar no chão, como se estivesse algo de grande importancia ali. E Emma olhava para a pessoa à sua frente. Como ela é íncrivel, pensou Emma. Regina é uma das pessoas mais importantes que já conhecera e agora estava deixando- a. Igual aquelas pessoas que entram nas nossas vidas, fazem uma mudança enorme e depois vai embora. Era exatamente o que estão vivendo. 

- Regina? - à chamou e ela levantou o olhar. - Feche os olhos. - O fez. - Agora, lembra quando eu disse que iriamos fazer tudo o que tivermos vontade? -Assentiu. - Então eu vou fazer uma coisa que eu tenho vontade. - Foi se aproximando, pegou nas pontas dos dedos da morena, que se encontrava ansiosa. Emma se aproximou mais, e dois centimetros era o que separavam suas bocas. 

- Emma? - chamou, mas era tarde. Suas bocas estavam enroscadas uma na outra. 

As duas precisavam daquele beijo. Foi a maneira que encontraram para se despedir. Se afastaram e Regina ainda estava com os olhos fechados. E isso fez com que Emma à beijasse novamente. 

Com suas mãos segurou o rosto dela e adentrou mais afundo de sua boca. Um beijo cheio de fervor, mas com muitos sentimentos. Regina pediu passagem com a lingua e explorou cada cantinho da boca de Swan, surpreendendo- a. Estavam sentindo a mesma coisa? Porque nao fizeram antes? Varias perguntas rondavam suas cabeças, naquele momento. Emma aproximou mais seus corpos, cravando sua mão na cintura de Regina, a excitação das duas era imensa e obvias. Não queriam, não podiam terminar agora, mas era preciso. 

Separaram- se e ainda arfavam. Tentando recuperar o ar que depois do ocorrido, esqueceram como fazia. Regina estava confusa, Emma realizada. Eram tão parecidas e diferentes. Realmente, os opostos se atraem. 

- Emma.... o que... - Queria uma explicação pra isso. 

- SHIIII! - Pousou o indicador em seus lábios. Chegou perto de seu ouvido e sussurrou. - Deixe o meu gosto em voce, Regina! - Deu mais um selinho. - Eu sempre irei te amar! - Colocou uma mexa de cabelo de Regina, atrás da orelha. - Adeus!


Notas Finais


É isso moresssss, espero que gostem e tento voltar hoje de noite, ou entao só na quinta.
bjssssss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...