História Without Control ; ziam - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Liam Payne, One Direction, Zayn Malik
Personagens Liam Payne, Zayn Malik
Tags Amor, Assassinato, Drama, Liam, Liampayne, Mayne, Obsessão, One Direction, Rodgermalik, Violencia, Zayn, Zaynmalik, Ziam
Visualizações 141
Palavras 2.481
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa Leitura.

~ Beka.

Capítulo 5 - Persecution


Fanfic / Fanfiction Without Control ; ziam - Capítulo 5 - Persecution

1 semana depois.

Rodger Malik LA.


Liam está agindo estranho, e alguma coisa está acontecendo, se ele começar a mentir pra mim, será um problema, nunca houve mentiras de sua parte em nosso relacionamento, sempre foi verdadeiro comigo, e se algo estava o encomodando ele abria o jogo, sua pior mentira foi inventar que o cachorro havia derrubado seu celular no chão. " Nos não temos um cachorro. " poderia ter inventado qualquer outra coisa, mais essa foi a pior. No dia que cheguei a uma semana atrás de meu trabalho, eu senti um cheiro estranho em sua camiseta após nos beijar.


Flashbacks On

Me separo dele cancelando o beijo com selinhos, até que sinto um cheiro de perfume no ar, desconhecido por mim.


- Lee.. - o puxo pela camisa o cheirando. - que cheiro de perfume e esse?


- perfume? - ele se afasta de mim e cheira a própria camisa se petrificando na mesma hora.


- Liam, que poha de perfume e esse?! que não eo meu e nem o seu - tento me manter calmo.


- é do Froy.


- mais você e esse seu amigo, só se veem aos finais de semana, ou nem isso


- mais ele resolveu aparecer aqui sem ser chamado e não pude impedi-lo - fala com uma certa raiva.


- vocês dois brigaram? - o olhando.


- não, anm não, claro que não, somos melhores amigos! - fala nervoso.


- okay, e que você parecia com raiva ao falar sobre ele!


- podemos deixar esse assunto de lado? e pular pra parte que você me leva pra cama, e me fode com força, e me deixa calvalgar no seu pau?


- wow, óbvio que podemos meu amor.. - sorri maliciosamente mordendo os lábios, me aproximei dele o pegando pelas coxas o levantando fazendo com que ele envolve-se suas pernas em minha cintura.


Flashbacks Off.


Se ele estiver me escondendo alguma coisa, eu ficarei muito magoado, ainda mais agora que meu irmão voltou para LA, tenho que cuidar de meu marido, e fazer o possível para que ele se sinta bem, que nada de ruim o aconteça.


Abro a gaveta pegando alguns papéis que ainda precisavam ser confiscados e reorganizados.


infelizmente vou ter que madrugar no trabalho, nesse escritório, tudo para estar livre final de semana com você meu amor.


Pego meu celular ligando para o telefone fixo de nossa casa.


- Alô, residência do Mr. Malik, o que gostaria?


- Marye, poderia passar o telefone pro meu marido por favor.


- ah, senhor malik perdão, seu marido não se encontra no momento.


- NÃO..COMO ASSIM NÃO?!


calma rodger, ele só saiu.


- ele saiu com o Froy, e mandou avisar ao senhor quando liga-se, não querendo ser intrometida.. mais eu ouvi ele falando sobre ir comprar um celular novo com seu amigo!


- okay, obrigado Marye tenha uma ótima tarde.


- o senhor também!


desligo o telefone bufando.


...


Liam Payne


Já fazem umas três horas que eu e Froy estávamos vendo o celular que eu iria comprar, depois que comprei eu descidi de última hora comprar umas roupas novas, e estamos aqui tendo aquele mini desfine no vestiário da loja.


- eu gostei dessa camisa! - me olho no espelho grande.


- uma camisa que custa o meu olho da cara, é toda rasgada. - ele ri. - Payno como vamos levar todas essas coisas pra sua casa? - afirma olhando para as roupas.


- quem disse que vai ser nós que vamos levar? - pego meu celular já digitando uma mensagem para Maicon.


Apenas um help, ele vem correndo até mim.


- você e rápido.


- yeah - sorri. - sabe aquela jaqueta que você estava vestindo ela só por diversão, ea calça rasgada com estampa de exército que você estava enfiando a mão dentro dos bolsos?


- sim!


- vai lá e pega, vou levar pra você!


- mais liam..são muito car. - o interrompi.


- mais nada, é um presente meu pra você


Ele se levanta com receio, mais mesmo assim sai andando com um sorriso no rosto indo buscar as peças de roupas.


queria que Rodger estivesse aqui, faz tempo que não fazemos compras juntos.


- não esperava encontrar você aqui doce!


Olho pro espelho fixamente vendo quem estava atrás de mim.


por que? estava tudo sendo uma maravilha sem esse cara, até ele aparecer, droga. 


- o que faz aqui? - tento me manter firme nas palavras.


- bom, digamos que eu estava fazendo algumas compras, e resolvi ficar de olho em você! - ele se senta num dos bancos que estava alí.


- ficar de olho em mim.. - me viro. - Zayn me deixa em paz por favor, sai daqui, desisti desse seu plano doentio, você não é meu dono, ninguém e dono de ninguém!


- doentio? - ele se levanta rápido envolvendo seus braços em minha cintura colando nossos corpos.


- me solta, ou eu grito pra todo mundo da loja ouvir. - tento me afastar. 


- você não quer fazer isso, sabe.. gostei do seu amigo, Froy não é? mora a duas quadras da sua casa!


- mansão! - retruco.


- engraçadinho você, agora me escuta, vai querer a cabeça dele de presente? ou vai parar de me ignorar, tô deixando você escolher!


- você não ira fazer nada com ele, já não basta infernizar minha vida, ainda pesquisa sobre a vida do amigo dos outros, ele não tem nada haver com o problema de nós dois.


- hum.. agora e nós dois? - sorrio acariciando meus lábios com o polegar. - podemos resolver o problema liam, você aceita de uma vez que você e meu, se separa de Rodger, casa comigo e vamos viver nossa vida juntos, eu posso te fazer mais feliz que ele.


- eu já sou feliz, eu amo demais meu marido, e nunca vou querer ter um relacionamento com uma pessoa como você.


- então terei que matar ele, uma pena, muito jovem pra morrer!


- o que? você mataria seu próprio irmão..


- eu vou eliminar qualquer um liam, se for pra ter você só pra mim, você já deveria saber que eu não estou brincando!


- é se eu te matar antes?


- você me matar?! - começa a rir alto. - você nunca deve ter pegado numa arma, você não é um assassino, e não quer sujar suas mãos macias. - entrelaça nossas mãos. - de sangue anjo!


- vou te chamar de coringa apartir de agora, não sei do que tanto ri. - me solto de suas mãos me afastando, vejo Froy chegando.


- vamos embora daqui Froy, rápido, eu preciso resolver umas coisas!


- mais liam...agente - ele joga as peças de roupa encima do banco, saio o puxando junto a mim pra longe dalí.


- vamos logo! - saímos da loja entrando no meu carro em seguida.


- vou te deixar em casa! - dirigindo nervosamente apertando o volante.


- Liam você está bem? é impressão minha ou o seu marido estava conversando com você na loja, só que ele está diferente da última vez que o vi


- E por que não é ele, eo irmão dele


- ele tem um irmão gêmeo? Que maneiro! - fala sorridente.


se ele soubesse que zayn acabou de me fazer uma escolha entre ganhar sua cabeça de presente, ele não estaria sorrindo assim.


- qual eo nome do boy?


- não sei, ele só está aqui a passeio e já vai embora amanhã mesmo! - me bato mentalmente por dizer isso.


Liam mais o que foi isso, não está com ciúmes desse psicopata agora, está?


- ah que pena, ele é bem bonito e sexy, teríamos lindos filhos.


- Froy, você não sabe o que está dizendo! - o olho incrédulo.


- qual é payno, vai dizer que não?


- zayn é satanás em pessoa! e eu o odeio.


- hum.. você disse que não sábia o nome dele, o que está escondendo? não precisa mentir pra mim, se cansou do seu marido agora tá pegando o irmão dele, o cara que você odeia


- uke? não claro que não! - paro o carro na frente de sua casa.


- você está vermelho - ele gargalha abrindo a porta do carro saindo. -  mais tudo bem, eu acredito em você


- mandarei o Maicon te trazer seu presente assim que ele chegar com minha coisas


- eu agradeço - ele sai caminhando até a porta de sua casa acenando, entrando em seguida.


Encosto a cabeça no volante pensando. 


O que eu faço da minha vida agora?!  


...


Zayn Malik LA.


Isso é inaceitável, quem ele pensa que é pra me deixar falando sozinho? e ir embora com aquele amiguinho dele, patético. Isso não vai ficar assim, só espero que aquele garoto não me atrapalhe, se não terei que elimina-lo do caminho, e sumir por um tempo, e isso dificultaria as coisas. E você deve estar se perguntando se eu sou um assassino? bom eu realmente não sou, mais pelo Liam eu sou capaz de sujar minhas mãos de sangue. Não sei, não consigo ver ele com outra pessoa, a não ser que seja eu, o que sinto é apenas amor, para as pessoas isso pode ser " Possessão " eu não ligo, estou sendo uma pessoa até boa demais, mais chega uma hora que ser bom, não faz mais efeito.  


Me jogo na cama pegando meu celular mandando uma mensagem para Liam, já que consegui seu número novo. 


...


Liam Payne


Depois de um dia cansativo, muitas coisas imprevista aconteceram, mais por um lado foi bom ter saído com Froy, até a chegada de zayn, estou vivendo um completo pesadelo? talvez eu esteja exagerando, mais não consigo dormir pensando nesse cara, eo pior de tudo e não contar o que está havendo ao meu marido e continuar mentindo, mais o que eu posso fazer? estou sobre pressão e ameaças, e ainda do próprio irmão do meu marido, eu tenho muita pena de zayn, talvez um dia ele pare com essa loucura toda, só queria entender o que passa numa cabeça de uma pessoa achar que você é propriedade dela, não sou marionete controlado por ninguém, e não vai ser zayn e qualquer outro indivíduo que irá mudar isso. 


Pego meu celular que estava apitando, me sento no sofá esticando meus pés. 


" Doce, espero que esteja animado para hoje a noite. :) " [desconhecido]


de novo não, como ele conseguiu meu número? 


Sinto minhas mãos começarem a suar, seguro o celular fortemente olhando para tela, até que resolvo o responder. 


" vai se foder, e me deixa em paz, eu quero que se foda-se você é seus jogos idiotas, não tenho medo de suas ameaças, VAI SE FODER! " [liam]


" Tem certeza que você quer que eu me foda? Daqui vinte minutos eu passo na sua casa! espero que você esteja pronto. " [zayn]


" pronto? pronto pra que? eu não vou sair com você, vai dormir e me deixa em paz! " [liam] 


" Só queria saber por que você está acordado essas horas? Eu sei que Rodger não voltará pra casa hoje, então você vai sair comigo!!! " [zayn] 


" Eu já disse pra você me deixar em paz, e como conseguiu meu número? " [liam] 


" Não interessa, vc já está me irritando, já se passou sete minutos liam... " [zayn] 


Taco o celular no sofá, me levanto andando de um lado pro outro pensando. 


O que eu faço quando ele chegar? 


Bato alguma coisa na cabeça dele?  


Saio de casa e vou pra outro lugar? 


Me esconder não vai dar certo, ele pelo jeito tem várias cópias de chaves daqui, algo que é Inacreditável


Ligar pra polícia? mais estou sobre ameaças!  


Que filho da puta


Subo pro meu quarto correndo, procurando meu taco de Baisebol, assim que acho desço pra sala, já escuto a campanhia tocar. 


Eu posso tentar desmaia-lo com isso. 


Fico parado do lado da porta, vejo a maçaneta começando a se mexer sozinha, me deixando em alerta, assim que a porta se abre espero que ele entre. 


- Que maneira mais educada de receber seu futuro marido, com porta fechada!  


O vejo caminhando em direção a escada, me aproximo dele, ajeito o taco no ar para acertar sua cabeça, só que acabo acertando suas costas, o vejo se apoiar na escada fazendo uma expressão de dor, e logo sorrindo diabólico vindo em minha direção me puxando pelo braço me jogando fortemente no chão.


- você não deveria ter feito isso! - se aproxima de mim segurando minha camisa me olhando. - eu vou te foder aqui mesmo nesse chão, e você vai gritar muito!  


- seu doente! - acerto um tapa na sua cara por impulso, sinto minha mãe já ardendo de imediato, fico em estado de choque. - eu não quis fazer isso... Zayn


- Zayn? agora você me chama pelo meu nome, Liam ninguém nunca me deu um tapa na minha cara! - me olha com pura raiva. 


- pra tudo tem uma primeira vez - retruco. 


liam cala boca, você vai acabar se ferrando mais. 


- sério? - ele estica meu braço pra cima, segurando minha mão de uma forma estranha. -  irei quebrar sua mão por isso, você vai ser engraçadinho agora? - pergunta torcendo minha mão, começo a sentir uma dor Imsuportável. 


- zayn... para por favor! - meus olhos já se enchem de lágrimas o olhando, vendo minha mão sendo torcida, preste a ser quebrada. 


- agora é por favor? - ele solta minha mão segurando meu pulso, e meu dedo onde estáva a minha aliança de casado. - pensando melhor, irei quebrar esse dedo apenas!  


- Han? - o olhando. 


- o que você ouviu - sinto meu dedo sendo quebrado na hora, as lágrimas saem altomaticamente, me arrasto no chão me afastando dele olhando meu dedo quebrado. 


- NÃO... NÃO... SEU MONSTRO! - soluço tentando manter a calma. 


- poderia ter sido diferente Doce - ele me puxa me fazendo eu levantar, me carregando em direção a porta, saindo comigo. 


- Robyn, tranca a casa pra mim, está dispensado por hoje! - joga uma chave pra um cara desconhecido por mim. - E você vai comigo pra um hospital agora! 


- não eu não vou pra lugar algum com você... - tento me soltar do aperto. - zayn me larga droga! - ele abre a porta do passageiro me jogando pra dentro. 


- fica calado, você que causou tudo isso, eu não quero te machucar anjo, só que dessa vez você não me deixou escolhas


- eu te odeio! - seco minhas lágrimas, que só continuam caindo.


Como vou explicar esse dedo quebrado pro Rodger 


- eu te amo!  


- sua forma de demostrar amor  pelos outros e doentio, você é uma pessoa horrível! - falo chorando, até que tudo fica escuro.

...


Zayn Malik  


As vezes quando paro pra pensar nas coisas que faço, não á arrependimentos, não vou disser que meu coração não se apertou um pouco ao ver liam chorando daquela forma, mais não estou arrependido e tudo foi ocasionado por ele mesmo. Agora estou aqui no meu quarto o vendo durmir, com a boca entre aberta respirando de uma forma tranquila, seguro sua mão que agora está com um dedo enfaixado, olho sua aliança no criado mudo. 


Por que ele tinha que se casar com aquele infeliz do meu irmão


Notas Finais


" QUE OS JOGOS COMECEM " 😂😷

Agora sim, as coisas vão começar a andar. Zayn e bom, mais só quando quer!

Estou com pena do Leeyum 😪

O que vocês acham? zayn vai ser bom com ele? Ou vai fazer liam sofrer muito ainda?

Espero que tenham gostado! :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...