História Workaholic - Jikook - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Jikook, Jimin, Jungkook, Kookmin
Visualizações 68
Palavras 3.433
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Opa oláaa como estão? Trouxe mais um capítulo bem quentinho para vocês :o
Espero que gostem, boa leitura ^^

Capítulo 11 - Livre de marcas


Fanfic / Fanfiction Workaholic - Jikook - Capítulo 11 - Livre de marcas

Jungkook não conseguia esconder o sorriso em seu rosto enquanto caminhava do lado de seu hyung. Os dois estavam voltando para o hotel enquanto conversavam de algumas coisas que aconteceu com eles enquanto ficaram sem ver um ao outro, Jungkook até mesmo tinha se esquecido de como era andar e ter uma conversa boa com Jimin, mas evitava pensar naquelas coisas enquanto estava em um clima bom com o mais velho, ou só conseguiria se culpar por muitas coisas.
- Está muito animado. - Jimin comentou fazendo o mais novo concordar.
- Não tem como não estar, estou com o hyung. - Sorriu e Jimin negou com a cabeça. - Jiminie, meu pai quer que eu te leve de volta para casa.
- Hã? - Jimin ficou surpreso ao ouvir aquilo.
- Pois é, ele me disse que se eu for namorar um cara só pode ser você. - Contou deixando Jimin ainda mais surpreso. - As coisas lá em casa são exatamente as mesmas, minha mãe e mau pai eles ainda tem os mesmos hábitos sabe? É estranho como durante anos algumas coisas não mudam neles sabe? - Comentou por se lembrar de seus pais.
- Não tem como concordar com você, não tenho pais para saber. - Respondeu a aqueles pensamentos de Jungkook deixando fazendo ele arregalar poucos os olhos.
- Desculpa, eu não queria referir a isso. -  Abaixou a cabeça e Jimin encarou o outro, aquela pessoa estava muito mudada. - Hyung você precisa mesmo voltar para o hotel?
- E quer que eu durmo aonde? - Respondeu com outra pergunta e riu da pergunta do mais novo pergunta.
- Fica no hotel comigo, não tenho muito tempo aqui no Japão e agora que voltamos ficar bem, quero passar mais tempo com você. - Corou ao falar.
- Não é como se eu não fosse voltar para a Coreia mais, amanhã ou depois estarei lá de novo. - Jimin respondeu e viu que a expressão de animação do mais novo desapareceu. - Tudo bem Jungkook, só que se você fizer gracinha eu vou brigar com você.

Jungkook voltou a sorrir e ficar todo animado, depois de terem andado muito enquanto conversavam eles decidiram voltar e ir para o hotel. No caminho Jungkook tentava se aproximar do mais velho, só que temia em não dar muito certo. Por um impulso, conseguiu segurar a mão de Jimin. Jungkook respirou fundo aliviado por não ter sido rejeitado pelo o mais velho ou algo do tipo, assim de mãos dadas eles foram até o hotel.

Durante meses sem a companhia do Jimin, Jungkook viu como é o desespero de ficar sozinho e toda aquela confiança que tinha ao acordar para poder trabalhar, tinha simplesmente desaparecido junto com a presença do mais velho. Também o susto que Jungkook teve ao ver que sua saúde não estava tão boa, se continuasse do mesmo jeito terminaria internado em um hospital. Depois daquilo era difícil até de se olhar no espelho para poder arrumar o cabelo, Jungkook se deparou com a sua expressão de assustado ao perceber que não era a mesma pessoa.

Todas aquelas "encheções de saco" que Jimin insistia em brigar para Jungkook comer, faziam muita falta e Jungkook viu que não era nada mais que preocupações do mais velho com a sua saúde. O orgulho de Jungkook foi pisoteado quando deixou Taehyung ver ele daquele jeito, completamente sem chão por não ter a presença de Jimin mais. Jungkook sentiu raiva, porém não podia fazer nada porque estava tão assustado por estar fraco, que insistir em brigar com Taehyung seria em vão.

Apesar de ter passado muitos dias com a sua saúde fraca, o maior susto que Jungkook teve foi perceber o peso que é ficar sem ter o Jimin ao seu lado. Ter ficado cego por causa do trabalho foi realmente um grande erro, pois tudo o que conquistou trabalhando não levou em nada, já que sua vida praticamente parou depois que Jimin saiu pela a porta da casa deles disposto a nunca mais voltar. Jungkook nem se importava tanto com o dinheiro que ganhava, nem mexia nele, não sabia nem mesmo a quantia que carrega no banco, seu vício no trabalho tinha apenas esse ponto que não trouxe mais decepções.
- Você está quieto, o que aconteceu? Congelou depois que pegou na minha mão? - Jimin perguntou e Jungkook se deu conta que eles já estavam na porta do seu quarto de hotel.
- Sim, acho que estou me apaixonando mais pelo o hyung, por isso fico nervoso. - Deu uma resposta bem diferente do que real passava em sua cabeça e, pelo o visto não fracassou por ver um sorriso no rosto do mais velho. - Entre hyung, se sinta a vontade.
- Obrigado. - Jimin entrou primeiro olhando cada canto do quarto. - É bem grande.
- Pois é, só algumas noites não importo de pagar. - Sorriu. - Já deve ser bem tarde, hyung você quer tomar banho?
- Eu vim pra cá sem nenhuma outra roupa, você pode me emprestar? - Jimin perguntou e Jungkook apontou para onde estava a mala dele. - Já volto.

Enquanto Jimin estava no banho, Jungkook aproveitou para poder ir pagar mais uma noite no hotel. Demorou um pouco para pagar porque Jungkook se enrolou todo, confundindo as senhas dos cartões e outras coisinhas. Estava bem nervoso só de imaginar que Jimin estava em seu quarto, suas mãos até tremiam de leve deixando tão na cara que estava completamente nervoso. A mulher para quem ele estava pagando o quarto até mesmo acabou rindo de toda aquela embolação e, quando Jungkook finalmente parou de confundir as senhas e voltou para o quarto, Jimin já tinha até mesmo saído do banho.
- Desculpa, demorei muito me embolei todo lá embaixo. - Jungkook se explicou fazendo Jimin rir.
- Está escrito na sua testa que está nervoso. - Riu mais. - Relaxa, não me lembro de você tão nervoso assim quando dividíamos um quarto. - Jimin acabou soltando sem querer.
- Desculpa. - Jungkook abaixou a cabeça ainda parado no mesmo lugar quando fechou a porta.
- Foi sem querer. - Jimin ficou sem jeito e Jungkook negou com a cabeça.
- Você tem razão hyung. - O clima ficou um pouco tenso. - Ah, tem problema se dividimos a cama? Se tiver posso dormir no sofá.
- Não problema nenhum, o quarto é seu se quiser eu durmo no sofá. - Falou e Jungkook negou freneticamente com a cabeça.
- Então irei tomar um banho. - Finalmente saiu de perto da porta para ir até o banheiro.

Jungkook se sentia um bobo agindo daquele jeito, era estranho porque Jimin era a pessoa que passo todos esses anos de sua vida e mesmo assim, depois que todas essas coisas aconteceram, Jungkook só conseguia se comportar perto do mais velho como se estivesse apaixonado pela a primeira vez. No banho Jungkook acabou demorando um pouco para lavar o cabelo e depois secar, quando saiu do banheiro viu que Jimin já estava deitado na cama olhando para a janela e rindo.
- O que aconteceu hyung? - Jungkook perguntou confuso.
- Tinha duas meninas brigando bem naquela janela ali. - Respondeu apontando para o prédio da frente. - Acho que se não fosse o segurança, elas estariam sem cabelo. - Riu.
- Que do mal hyung. - Riu. - E que visão boa, os prédios nem são tão próximos assim. - Se aproximou da janela olhando.
- Ah é minha visão é ótima, o que tem ai embaixo?
- A área da piscina, é bem alto. - Jungkook respondeu se afastando da janela indo até a cama.

O silêncio entre eles começou a deixar o clima tenso, cada um virou para um lado e Jungkook não conseguia nem piscar os olhos de tão nervoso. Tentava até mesmo controlar sua respiração para não fazer muito barulho, mas era quase impossível com o seu coração querendo sair do peito. Jungkook se virou de barriga para cima e olhou para o lado, acabou se assustando quando Jimin também se virou suspirando. Parecia que nenhum dos dois iriam conseguir dormir com a companhia um do outro naquele clima tenso, Jungkook também não conseguia tirar os olhos do mais velho e via que ele estava nervoso, conhecia bem Jimin que só de olhar para ele já sabia.
- Hyung? - Chamou e quando Jimin se virou, Jungkook deixou um selinho nos lábios do mais velho.

Os dois se olharam e como Jungkook não recebeu nenhuma resposta negativa, ele tentou continuar puxando o mais velho para um beijo mais fundo. Como Jungkook esperava, quando segurou a mão do mais velho e sentiu ela suada acertou em imaginar que Jimin estava nervoso. O beijo continuou de forma lenta e bem profundo, quando precisaram de ar, Jungkook levou seus beijos para o canto da boca do mais velho até a bochecha e só parou quando estava no pescoço, que foi quando Jungkook acordou do transe que se deixou por levar.
- Hyung pode continuar? - Perguntou com a voz tremula, porém não recebeu nenhuma resposta só olharam bem um para o outro.

Jungkook queria o mais velho e foi quando juntou sua coragem para ficar em cima dele e toma-lo com outro beijo, só que daquela vez era um beijo mais quente com as línguas presentes. Quando Jungkook sentiu as mãos de Jimin em sua nuca, não perdeu mais tempo e se separou para tirar a blusa que vestia. Jimin aproveitou e também tirou a sua também, Jungkook arrumou o corpo do mais velho no meio da cama e logo atacou o pescoço dele.
- Não marca. - Jimin pediu puxando o cabelo do outro.
- Nem uma? - Jungkook perguntou e recebeu uma resposta negativa.

Não teve outra saída a não ser obedecer o mais velho, Jungkook tinha as mãos tremulas e Jimin sentia aquilo quando elas tocavam em seu corpo, então acabou segurando elas e encarou o mais novo.
- Se acalma, está tremendo tanto. - Segurou as mãos do mais novo.
- Desculpa, não posso ser ruim com você de novo hyung. - Suspirou.
- Já estamos assim, não tem nem jeito que eu possa fugir daqui então se acalme. - Jimin pediu e Jungkook respirou fundo.

Com um pouco de dificuldade Jungkook colocou uma calma dentro de si o suficiente para não tremer tanto mais, enquanto respirava junto do mais velho, Jungkook pensava em alguma coisa que podia ajudar os dois. Mas como não tinha trago nada e não tinha nada bom ali, Jungkook se levantou em um pulo e começou a se vestir.
- O que você está fazendo Jungkook? - Jimin perguntou nervoso por ver aquilo.
- Hyung não fique bravo, não tem nada aqui que a gente possa usar, eu já volto. Não vá embora hyung por favor, só preciso ir na rua de trás. - Falou rápido se embolando todo com as roupas. - Espera aqui eu já volto, te amo.

Jimin ficou paralisado na cama olhando para a porta fechada, ainda não acreditava no que acabou de ver. Jungkook tinha mesmo saído daquele jeito, com o cabelo todo atrapalhado e com uma semi ereção. Só de pensar naquilo Jimin começou a rir e não parou mais, era uma situação completamente estranha não imaginava outra pessoa na vida que fizesse umas coisas como aquela. Jimin quando se deu conta que estava demorando demais, acabou se assustando com o outro entrando no quarto todo cansado.
- H-Hyung. - Jungkook se jogou na cama dando o tubo de lubrificante para o mais velho.
- Não acredito. - Jimin começou a rir. - Você saiu assim só por isso? - Voltou a rir.
- S-Sem é mais difícil. - Custou a falar e Jimin não parava de rir.
- Você está com uma ereção e saiu assim. - Respirou fundo parando de rir. - Vai beber um pouco de água antes que você tenha um treco.

Jungkook fez o que o mais velho mandou e foi se acalmando aos poucos, quando olhou para um espelho acabou se engasgando com a água e fazendo Jimin voltar a rir.
- Está vendo, assim que você saiu. - Jimin falou limpando as lágrimas do canto dos olhos.
- Ainda bem que não tinha ninguém na rua, eles iriam achar que eu sou um louco. - Murmurou e se sentou na ponta da cama já com a respiração normal.

Jimin jogou o tubo no outro e foi até ele que reclamava se sentando no colo dele, Jungkook encarou o mais velho daquele jeito e tentou continuar o que eles estavam fazendo. Jimin ajudou o mais novo se livrar de todas aquelas roupas novamente e tirou também sua última peça de roupa. Jungkook aproveitou que Jimin estava em seu colo e abriu o tubo de lubrificante derramando em seus dedos, olhou para o mais velho procurando saber se podia continuar e como da outra vez, eles apenas se olharam.

Já estavam daquele jeito novamente então Jungkook não via nada negativo e continuou, levando o primeiro dedo para dentro do mais velho. Apertado, era a única coisa que Jungkook conseguia pensar, também seu alto-controle ia sumindo aos poucos, a vontade de entrar no mais velho ia crescendo cada vez mais enquanto se perdia na expressão de prazer dele.
- Dói? - Perguntou guardando cada traço proposto no rosto de Jimin.
- Não, coloca outro. - Pediu e logo foi atendido.

Outro dedo estava dentro e os gemidos de Jimin saiam mais altos, tinha que se controlar eles estavam em um hotel e não sabia se era possível ouvir dos outros quartos. Jungkook estava começando a sentir sua ereção crescer ainda mais ouvindo os gemidos de Jimin e sendo abraçado por ele daquele jeito, aproveitou que estavam perto e como conhecia todos os pontos fracos de Jimin na palma da mão, levou sua boca até um dos mamilos dele começando a lamber e mordiscar.

Jungkook começou a perceber que estava apertado demais e fazer daquele jeito iria acabar doendo muito para o outro, então retirou seus dedos do mais velho e deitou ele na cama. Perfeição era tudo que os olhos do mais novo conseguia ver, Jimin estava completamente tentador daquele jeito. Voltou a se aproximar dele o tomando em um beijo enquanto levava os dedos para dentro dele de novo, o beijo não durou muito e Jungkook pode apreciar a cena de prazer do mais velho.

Enquanto seus dedos preparavam Jimin, Jungkook levou seus lábios dessa vez para o membro do mais velho arrancando gemidos altos e bem feitos. Jimin não conseguia mais lutar contra seu corpo que se levava pelos toques do mais novo, era tanto prazer que não sentia a muito tempo que não tinha nem jeito de tentar resistir. Até mesmo começou a perceber que estava preparado demais e começou a ficar impaciente.
- J-Jungkook, c-chega... Quer que faça em você? - Perguntou sentindo que seu corpo chegaria ao limite apenas com aquilo.
- Não precisa, hoje só precisa ser em você. - Sorriu e tirou seus dedos.

Jungkook pode finalmente sentir alivio quando tirou sua cueca e espalhava uma quantidade boa de lubrificante em seu membro, infelizmente o nervosismo tinha voltado, só que daquela vez não era de ficar pensando se iria dar certo, era de sentir seu coração disparado de ver que estava naquela situação prazerosa com seu hyung que não sentia a um bom tempo.
- Jungkook? - Jimin chamou um pouco alto se dando conta de uma coisa. - A janela!
- Não importo. - Foi a única coisa que respondeu antes de se afundar dentro do mais velho.

Jimin levantou as costas do colchão sentindo aquela onda estranha de calor e ardor se espalhando pelo seu corpo, estava tão levado por aquilo tudo que pediu para que Jungkook continuasse. O clima estava diferente de quando tentaram a primeira vez, Jungkook não tremia tanto e os dois também não estavam tão pensativos se iriam continuar ou não. Eles estavam num mundo só deles com a cabeça cheia apenas com o prazer. Jungkook não podia fazer nada mais a não ser se entregar por inteiro para aquele hyung, não podia marcar ele, mas recebia de bom grado todos os arranhões que recebia nas costas e as mordidas em seu ombro.

Os dois tentavam ao máximo em não fazer tanto barulho que era quase impossível, trocavam beijos desajeitados e se entregavam cada vez mais. Jimin ao passar de um tempo não sentia mais nada de dor era só prazer a cada invadida que recebia, mal conseguia pensar direito. Tinha mesmo se esquecido de como era bom se entregar daquele jeito para aquela pessoa que tanto sentia falta, que amava com todo o coração e foi quebrado pela a mesma pessoa. Jungkook parou na mesma hora quando viu lágrimas caindo nos cantos dos olhos do mais velho.
- Eu te machuquei? Me desculpa, desculpa hyung. - Puxou o mais velho para um abraço apertado. - Não queria te machucar.
- Não é isso, continua. - Pediu com a voz chorosa.
- O que aconteceu? - Perguntou com os olhos arregalados olhando bem para o  outro.
- Não está machucando, continua antes que eu te bata. - Pediu deixando Jungkook sem escolha.

Jungkook voltou a se mover dentro do mais velho só que com mais calma, apoiando com uma mão e a outra limpava as lágrimas que ainda caiam dos olhos de Jimin. Assim sem querer acabou acertando bem o ponto do prazer maior do mais velho, Jimin gemeu alto arregalando os olhos.
- De novo. - Jimin pediu e Jungkook se deu conta do que era.

Aquele ponto era acertado várias vezes e Jimin achava que iria a loucura, Jungkook sentia que seu limite estava chegando então envolveu o membro do mais velho com sua mão livre, fazendo os movimentos de acordo com suas investidas. Jungkook achou que iria explodir quando o mais velho chegou ao ápice apertando em volta de seu membro, não teve nem como se segurar mais e chegou ao seu clímax dentro dele. Jungkook perdeu as forças dos braços caindo em cima do mais velho, Jimin com as poucas forças que restava envolveu seus braços em volta do pescoço do mais novo em um abraço.

[...]

Jungkook levantou em um pulo ouvindo alguns barulhos e com a cama mexendo, era Jimin vestindo as roupas e caminhando até a porta. Jungkook correu até o mais velho e o agarrou impedindo que ele saísse, porém acabou os dois no chão.
- Jungkook? - Jimin chamou preocupado e olhou para o mais novo que estava pálido. - Você está bem? Está pálido.
- Não consigo me mexer, está tudo rodando. - Respondeu com a voz fraca.
- Você está comendo direito? - Perguntou colocando a mão na testa do outro para ver se era febre.
- Ontem eu só tomei café da manhã. - Respondeu e acabou recebendo um tapa. - Ah!
- Está maluco? Jungkook o que você fez o dia todo pra ficar sem fome? - Jimin se levantou e ajudou o mais novo andar até a cama.
- Eu não sei hyung, não tenho tanta fome assim. - Se explicou. - Hyung você tomou banho? - Tentou mudar de assunto.
- Não. - Jimin cruzou os braços. - Você tem que comer nem que seja a força, você comia alguma coisa quando estava no trabalho? - Voltou para o assunto.
- Não, minha hora de almoço eu trabalhava, no café da manhã eu só tomava um copo de café e só jantava quando você forçava. - Foi honesto deixando Jimin sem reação.
- Como que você consegue andar sem comer? Uau, você realmente é de se assustar. Você fique ai, eu vou tomar um banho e ir comprar alguma coisa para você comer. - Jimin respirou fundo e quando foi se levantar foi impedido.
- Você vai voltar né hyung? - Jungkook perguntou receoso do mais velho fugir.
- Vou, você está quase morrendo não posso te deixar assim. - Se soltou da mão do outro e foi para o banheiro.

Jungkook sabia muito bem que quando acordou e viu Jimin se vestindo, ele estava prestes a fugir de novo. Também Jungkook não esperava outra coisa, conhecia aquele dali muito bem e começava a ver até mesmo os medos dele. Eram tantas coisas que aconteceu a frente de seus olhos e nunca parou para se preocupar com nenhuma delas, Jungkook começava a ver aos poucos tudo o que não tinha visto antes e só consegue se arrepender e se culpar.
 


Notas Finais


Gente perdoem qualquer erro, me avisem se tiver algum fiz a revisão muito rápida.
Ruim? Sim, claro, mas prometo melhorar no próximo e trazer um lemon beem melhor kkkk
Espero que vocês tenham gostado e muito obrigada mais uma vez todos que estão seguindo a história, vocês são demais ^^
É isso por hoje, até domingo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...