História Yes... My Lady! - O Herdeiro✡ 1° Temp - Capítulo 93


Escrita por: ~

Postado
Categorias Kuroshitsuji
Personagens Agni (Arshad), Alan Humphries, Aleister Chamber (Visconde de Druitt), Alois Trancy, Bardroy "Bard", Beast, Charles Phipps, Claude Faustus, Condessa Rachel Durless-Phantomhive, Diedrich, Doll, Earl Charles Grey, Elizabeth Midford, Eric Slingby, Finnian "Finny", Grell Sutcliff, Hannah Annafellows, Joker, Lau, Madame Red (Angelina Dalles), Mey-Rin, Personagens Originais, Pluto, Príncipe Soma Asman Kadar, Ran-Mao, Ronald Knox, Sebastian Michaelis, Sieglinde Sullivan, Snake, Sr. Tanaka, Undertaker, Vincent Phantomhive, William T. Spears, Wolfram Gelzer
Tags Kuroshitsuji
Visualizações 42
Palavras 3.252
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Policial, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Seinen, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Visual Novel
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Sadomasoquismo, Self Inserction, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 93 - Penúltimo capítulo


-Daisy? - Falei

Ela estava bem na minha frente, como se nada tivesse acontecido, ela estava com os cabelos pretos só que muito mais longos, e é claro com sua mecha vermelha que ia no ritimo de seus cabelos longos.

- Olá Emilly.... - Ela Falou dando àquele sorriso de sempre

Olhei pra ela e ela não parecia chocada ao me ver, Não é possível... 

Dei um passo pra trás, não era possível ela estava morta eu a vi na mesa do necrotério, acharam o corpo dela....

- Você está supresa ao me ver? - Ela perguntou

Eu não tinha nem como reagir... Escondi minha arma.

- Você não mudou nada... - falei

- Eu sei.... - Ela falou

Olhei atrás dela e percebi uma mão caída atrás de umas caixas, fingi não perceber.

- Você está mais bonita do que nunca! - Ela me elogiou

- Porquê você está aqui? - Perguntei

Ela mexe seu cabelo longo e preto pros lados.

- Eu só... Senti saudades de você! E quis voltar! - Ela falou

Sorri forçado pra ela.

- Emilly... Você ficou sabendo do que aconteceu não é? O Perseguidor ele me matou.... - Ela falou em um tom de choro

- Se ele te matou então como você está aqui? - falei

Ela arregalou os olhos.

- Você estava morta na minha frente... Como você está aqui Agora? - falei

- Eu nunca morri...- Ela falou

- Não... Acharam seu corpo! - Falei

- Emilly! Vamos esquecer isso agora... Porquê você não me dá um abraço? - Ela perguntou Abrindo os braços e sorrindo pra mim

- Eu pensei que quando alguém morria a única pessoa que ela abraçava era a morte! - Falei

Ela voltou os braços em uma posição normal.

- Você não vai conseguir me convencer... Eu sei que você não é normal! - Falei

Ela abaixou a cabeça.

Ela levanta novamente, exibindo um sorriso com dentes estilo de tubarão e seus olhos verdes brilham mais do que o normal.

- Você têm razão eu nunca.... Fui normal! - Ela falou

Dei um passo pra trás.

- O que você é? - Falei

Ela pegou um pente vermelho de seu bolso e passou em seu cabelo, aos poucos ele ia deixando de ser preto e se tornou vermelho.

Arregalei os olhos.

Ela me encarou, E sorriu!

Seu rosto começou a se mexer sozinho e a se transformar em outra coisa que eu não entendi o que era, tudo no que eu acreditava Morreu alí.

- Você têm razão minha doce Emilly... Eu não sou um ser que às pessoas chamariam de normal.... 

Daisy sumiu, agora era outra pessoa, um homem de cabelos vermelhos e longos, olhos verdes e com um sorriso com dentes afiados e pele branca, ele pega um óculos vermelho e seu visual fica completo.

Daisy não estava mais alí...

- Quem é você? - Perguntei

Ele mexe seus cabelos longos e vermelhos pro lado.

- A Rainha número um deste mundo...  - Ele falou

Ele joga beijo pra mim.

- Meu nome é Grell.... - Ele respondeu

Dei um passo pra trás.

- O que foi Amor? Não vai Beijar a mão da rainha número um deste mundo? - Ele falou

Aquilo tudo estava tão sinistro quanto tudo que eu já vi, ele pegou sua Serra elétrica e saltou para me atacar, corri para outro lado, ele acertou a serra na parede, sai pelos corredores correndo, peguei minha arma e chequei se ela estava carregada.

- Emilly.... Volta aqui eu ainda não acabei! - Ele falou cantarolando

Me escondi atrás de uma das colunas do corredor, encosto às costas nela e tento recuperar o ar, Aquilo tudo estava confuso, escutei o som da serra elétrica, olhei pro final do corredor e ele não estava lá.

Me assustei ao ouvir novamente o som só que mais perto ele estava bem do meu lado, novamente desvie.

- Ei! Fique parada! Assim fica difícil... - Ele reclamou

- Porque você está fazendo isso? - Perguntei

- Ora! Eu não falei? - Ele perguntou

- Não! - Respondi

- Bom querida! Alguém neste mundo tão grande! Me achou e implorou pelos meus serviços.... Pagando um grande quantidade em dinheiro vivo pra matar você! - Ele falou

- Quem? - Perguntei

- Isso não importa... Mas eu vou cumprir com minha parte do trato! - Ele respondeu

------------------- ---------------- ------

Emilly corre pelos corredores, grell continua correndo em sua direção, sua Serra elétrica estava ligada, Emilly era rápida mas ele acelerava o passo para pegá-la.

- Não pode fugir pra sempre Emilly! - Ele gritou

Tudo poderia passar de uma simples tentiva de fuga mas Emilly tinha um plano, ao chegar ao final do corredor onde só havia uma parede, grell deu um sorriso, finalmente ele havia encurralado sua vítima.

- Ora! Ora! Você está encurralada... Parece que eu vou concluir meu trabalho! - Ele falou

Grell não se assustou em nenhum momento ao ver a calma de Emilly diante da situação, Ele salta e estende sua Serra elétrica pro alto, ao se aproximar de sua vítima Sebastian aparece na frente de sua Lady, Ele dá um soco forte no rosto de Grell Fazendo ele cair longe deles.

- Precisamos sair daqui eu tenho um plano mas não sei se vai funcionar... - Disse Emilly

Os dois saem correndo, descendo às escadas em direção ao pátio principal.

- Achou a Carolaine? - Sebastian perguntou

- Não foi possível.... Salva-lá! - Emilly respondeu

Os dois encontram o pátio e correm até a porta, Grell observa os dois correndo e salta em direção a porta principal, Sebastian e Emilly param de correr ao ver Grell barrando a porta.

- Não tão rápido amores!!! - Ele falou

- Saia da frente.... - Disse Emilly

Ele pega sua Serra elétrica, Sebastian bufou com a boca de tédio, Grell Corre pra cima dos dois mas eles correm em direções diferentes, grell não se focou em Sebastian apenas em Emilly.

- Você não precisa fazer isso... - Disse Emily

- É claro que eu preciso eu nasci pra isso... - Ele falou

Ele partiu pra cima dela novamente, mas ela joga o corpo pra trás desviando da Serra.

-  Se você queria me matar todo esse tempo porquê fingiu ser minha amiga? - Emilly perguntou

- Pare de fazer perguntas e morre logo!!!! - Ele gritou

Emilly aproveitou que Grell estava de pernas abertas para deslizar no chão por baixo dele, ao fazer isso ela se levanta e chuta às costas dele, ele se desequilibra e cai no chão.

- Isso não faz sentido.... Porquê você fez tudo isso então? Pra que veio pra essa universidade?... - Emilly Perguntou

- Porquê.... 

Ele olhou pra Emilly com um olhar feminino e fazendo biquinho.

- Eu sempre quis ser uma universitária de sainha xadrez e mechas no cabelo... - Ele Respondeu

- Mas...

Ele lançou uma tesoura na direção da Lady, Sebastian a segura impedindo que ela me acerte, ele arremessa a tesoura em grell mas ele rola no chão desviando.

- Eu teria conseguido isso e mais um pouco.... SE VOCÊ NÃO TIVESSE ESSES PEITÕES GRANDES QUE SEDUZ OS MACHÕES!!!! - Ele falou gritando na Última parte

- O que? Não são grandes! - Disse Emilly

- São sim... - Disse Sebastian

Emilly fica com às bochechas rosadas ao ouvir a resposta do Mordomo.

- Mas eu fico feliz... Porque pelo menos eu pude aproveitar um pouco... - Disse Grell

Ele agarrou rapidamente a serra elétrica e acertou na barriga de Emilly.

- MY LADY!!! - Sebastian gritou

- HAHAHA!!! EU CONSEGUI!!!! - Grell Gritou Dando risada

O corpo de Emilly cai no chão.

- Eu sou Demais!!! Eu matei Emilly Stuarts!!! Eu matei Emilly Stuarts!!! - Grell Começou a girar e a cantarolar

Sebastian corre até sua Lady, Grell percebeu.

- SE AFASTA DELA SENPAI!!!! - Grell Gritou

Emilly se mexeu, ela levanta a cabeça e grell fica apavorado.

- O que? Não mas...

Emilly abre a blusa e percebe que a Serra atingiu o seu colete a prova de balas.

- Isso não foi legal! - Disse Emilly

- AAAA NÃO É POSSÍVEL!!!! - Grell Gritou

- My Lady o que vamos fazer? - Sebastian perguntou

- Não se preocupe... Eu acho que podemos arrancar umas informações desta coisa... Tenho certeza que estamos diante de um dos maiores criminosos de todos os tempos... - Disse Emilly

- Você está dizendo que grell é o Perseguidor? - Sebastian perguntou

- Talvez.... - Disse Emilly

- Ei! O que vocês estão falando aí? - Grell Perguntou

Emilly se levantou e saltou, grell arregala os olhos, ele recebeu um chute no rosto, ao cair Emilly agarrou em seu pescoço.

- Sebastian chame os outros polícias! - Disse Emilly

Ele obedeceu e correu, Emilly começa a enforcar grell com às duas mãos.

- Seu desgraçado...- Disse Emilly enforcando grell

- A-ah me solta sua... - Grell tentava respirar

Ele chuta com força a barriga de Emilly fazendo ela cair pra trás, ele se levanta e corre em direção a janela, Emilly puxa o cabelo de Grell.

- AAAA! SUA DESGRAÇADA!!!! - Ele gritou sentindo a dor em sua cabeça

Emilly puxa com força jogando o Shinigami contra a parede, ele bate a cabeça na parede.

- Você é um ser maldito... como você consegue viver sabendo que matou pessoas inocentes deste Vilarejo? .. Como consegue ser você mesmo sabendo que sequestrou aquelas crianças? Você é um monstro... - Disse Emilly

Ela anda até ele.

- Você me dá nojo... - Disse Emilly

Ela novamente agarra no pescoço de Grell, desta vez cravando às unhas na pele dele.

- Eu deveria te matar com às minhas próprias mãos por tudo que você fez a esse vilarejo... - Disse Emily

Ela pressiona a cabeça dele contra a parede, ainda enforcando.

- Você é o Perseguidor! Todo esse tempo eu era amiga do Perseguidor! Você fez tudo aquilo.... - Disse Emilly

Grell mexe a cabeça pros lados e consegue se soltar, ele morde a mão de Emilly com seus dentes e depois dá um soco na lateral do rosto dela fazendo ela cair pro lado,Grell Aproveita a oportunidade e sai correndo em direção á janela.

- POLÍCIA PARADO!!! - Gritou um policial aconpanhado de vários outros

Grell ignora os policiais e sai correndo em direção a janela, Sebastian corre até sua Lady, Ele a ajuda a levantar, Grell Esta Quase chegando na janela, ele irá escapar.

Emilly se solta de Sebastian coloca a mão no bolso dele e puxa uma faca.

- MY LADY NÃO!!!! - Sebastian tentou segurar o braço de sua Lady

Ela arremessa a faca na direção de Grell, Ela pega no braço dele fazendo ele gritar de dor e jogar a cabeça pra trás, os policiais correm em sua direção, ele retira a faca de seu braço e pula pela janela quebrando o vidro, os policiais não conseguem pegá-lo ele corre pela mata e depois ninguém mais o vê.

- Não! Eu não vou deixar ele fugir! - Disse Emilly

Ela corre em direção a janela e pula, Sebastian vai logo atrás, ela anda pelo meio do mato procurando por Grell.

- GRELL!!! - Emily Gritou enquanto corria

Depois de correr muito ela parou, Estava casanda, imediatamente percebeu que não iria conseguir sozinha.

Ela levanta a cabeça e olha pra lua, ela teve um plano, ela retira de seu bolso um apito de caveira, o apito que a morte deu para quando Emilly quisesse chamar Ajax se ele não estivesse por perto.

Emilly sopra o apito, o som dele parecia mais um grito, o som atravessou vários quilômetros até chegar nos ouvidos do cavalo que estava em um estábulo que pertencia a família Stuarts Phantomhive, ao escutar o som ele sai do estábulo, em suas costas havia dois cortes, destes cortes ossos começam a Sair, aos poucos vão se transformando em asas, com penas pretas que ao cair no chão viravam cinzas, junto dele estava uma foice presa em sua cela, a foice do anjo da morte.

Ele sai voando atrás de sua dona, ele sobrevoa toda a vila e o bosque até chegar na universidade e achar Emilly próximo dali, ele pousa e Emilly fica supresa ao ver seu cavalo Naquele estado.

Ela acaricia o cavalo e depois monta nele, Ajax sai voando, Sebastian vê sua Lady voando em Ajax e sai correndo atrás, havia algo que ele precisava dizer.

- MY LADY!!!! - Ele Gritou

Ela não parecia escutar, ela estava voando cada vez mais alto, mesmo assim ele continua correndo atrás.

Emilly do alto começa a procurar por Grell mas não o encontra no meio do bosque, ao Passar perto de um campo de trigo e parecido com que havia Perto da mansão, conseguiu ver Grell andando com muita dificuldade, com a mão no braço e tentando achar forças pra andar, Emilly puxa a foice fica de pé nas costas de Ajax e quando se sente segura Ela salta.

Ela saltou com a foice na mão, Grell que estava abaixo não percebeu que Emilly estava caindo e iria cair justamente em cima dele.

Emilly estende a foice ao se aproximar mais de Grell, Ele Olha pro alto e se assusta ao vê-la, Emilly acerta a foice no chão, grell por pouco desviou, um buraco começa a se abrir no chão e Emilly é puxada pra dentro do buraco, grell pula nos restos de pedra que estão caindo e consegue escapar.

Emilly faz o mesmo e evita de cair no buraco, ela continua correndo atrás dele, Emilly segura sua foice e Tenta acertar de todo jeito em grell.

Ajax continua voando por cima de Emilly, a frente havia uma construção de uma Igreja, estava abandonada fazia anos.

Grell corre até dentro da igreja, Emilly chega logo depois e chuta s porta.

- CADÊ VOCÊ??!!!! - Emilly gritou

Dentro da igreja só havia vários bancos velhos caindo aos pedaços e de madeira, e um altar, mas a escada que levava até o segundo andar da igreja.

- Grell!!!! - Emilly Chamou

Ele não respondeu, do escuro um par de olhos verdes saem, Grell USA sua Serra elétrica para cortar a cabeça de Emilly, os dois começam uma briga, foice versos serra elétrica.

Ambos não conseguem se atacar, apenas destruir mais partes da igreja.

- SUA VADIA DESGRAÇADA!!! EU TE ODEIO!!!! - Disse Grell 

Emilly desvia do ataque de grell e ele acaba cortando uma das colunas de madeira da igreja, Sebastian chega correndo e entra na igreja.

- MY LADY PARE!!! - Disse Sebastian

Ele corre na direção dos dois, Grell sai correndo, Emilly tenta correr atrás dele Mas Sebastian Segura o braço dela.

- Você têm que parar... - Disse Sebastian

- Me deixa em paz... - Disse Emilly

Grell pega acende uma tocha e acende um balde cheio de óleo no centro da igreja, imediatamente outras luzes se acendem.

O rosto dele começa a mudar de novo e a cor de seus Cabelos também.

- Vamos ver se você é mesmo capaz de matar Emilly! - Disse Daisy

Emilly agarra a foice e corre na direção de Daisy, Daisy impede que Emilly a acerte segurando o cabo da foice, Emilly mexe prós lados e faz Daisy cair no chão, ao cair Emilly tenta acertar novamente mas Daisy rola para o outro lado.



Ao se levantar Daisy chuta a barriga de Emilly com força fazendo ela voar pela força do chute, Emilly acaba quebrando vários bancos de madeira, Sebastian pega seu manchado de cortar carne.

- Ei! - Disse Sebastian

Ela olha na direção dele.

- Sebastian! Você vai me atacar? - Disse Daisy fazendo voz de apaixonada

- Pra defender minha Lady! - Disse Sebastian

- Ah! Sebastian! - Daisy suspirou de amor

Sebastian corre em direção a ela, Daisy salta impedindo que ele a acerte, Emilly se contorce de dor no chão, ela tenta se levantar e pegar sua foice nas está com muita dor, a luta entre Sebastian e Daisy continua, ele consegue fazer um corte em sua barriga fazendo ela cair e derrubar uma luminária a base de fogo, ao cair todo o chão que era de madeira começa a pegar fogo, como tudo era de madeira o fogo se espalhou rápido.

Sebastian agarra a perna de Daisy e começa a girar segurando a perna dela de um lado pro outro, Daisy começa a ficar tonta, Sebastian a arremessa e ela bate as costas no altar de pedra da igreja, Emilly se levanta ainda com dificuldade, Sebastian não consegui mais se aproximar por causa do fogo. Daisy estica o braço e pega a Serra elétrica, e se levanta o fogo está alto.

Imediatamente ela escuta passos, ao se virar vê Emilly correndo em sua direção, ela coloca a serra pra frente, às armas se chocam mas não atingem nenhuma das duas, Daisy e Emilly se encaram com olhares de ódio não ligando para o fogo ao seu redor, Sebastian salta sobre o fogo.

- O que eu fiz de errado?  Pra você agir assim? - Disse Emilly

Ela não responde, Sebastian corre na direção de sua Lady, Derre pente uma explosão, às duas voam pra lados opostos, Sebastian agarra sua Lady e os dois são levados pela força da explosão.

A igreja é destruída, Sebastian consegue tirar sua Lady Pra fora da explosão, Emilly se solta rapidamente de seu Mordomo e procura por Daisy, ela a enconta, Daisy está deitada no chão, está sangrando.

Emilly anda até ela já com a foice em mãos, Daisy tenta correr mas Emilly acerta a foice na perna de Daisy fazendo ela gritar de dor.

Emilly a arrasta pelos cabelos pra Longe do mato que era Aonde Daisy queria ir, Daisy a encara.

- Você é... 

- Cale-se! - Disse Emilly

Daisy a encara e percebe às lágrimas descendo de seu rosto, mas ao mesmo tempo sua expressão de ódio e raiva.

- De tudo que me aconteceu... Essa realmente foi a pior! Eu já nem sei mais o que você é... - Disse Emilly

Daisy fica parada.

- Eu pensei que fossemos amigas... Mas você só é... Uma farsa! Todo esse tempo você foi uma farsa! - Disse Emilly

- Sim eu fui... Nunca quis ser sua amiga! Essa é a verdade... - Disse Daisy

Emilly pega a foice e a coloca de lado, ela acerta o rosto de Daisy com a foice, o rosto dela sangra, Emilly chora e ao mesmo tempo sente mais vontade ainda de bater nela.

- O QUE EU FIZ PRA VOCÊ SER ASSIM COMIGO????!!!!! - Emilly gritou acertando a foice no rosto de Daisy

O rosto de Daisy está completamente machucado, já é possível até ver um pouco da face de grell, ela cospe um dente.

Emilly estende a foice pro alto e atinge a Testa de Daisy, Após isso ela se ajoelha no chão e chora.

- Porquê você mentiu pra mim? - Disse Emilly chorando muito

Daisy cospe sangue.

- Eu achei que tinha achado uma amiga... Mas você conseguiu ser pior que a Emma! - Disse Emilly

Daisy não reage.

- Eu só queria saber o que você tem contra mim! Eu te tratei como uma irmã... Você... VOCÊ NÃO PASSA DE UMA MENTIRA!!!!! - Emilly gritou

Emilly se levanta sentindo raiva ela tenta agredir Daisy novamente mas Sebastian segura a foice.

- My Lady Você têm que me ouvir... Ele não é ...

- ME SOLTA SEBASTIAN!!!! - Emilly gritou acertando a foice no rosto do Mordomo fazendo o mesmo cair no chão

Emilly se volta pra Daisy, O rosto dela volta a ser o de grell.

- Realmente não sentiu nada? Mesmo sendo mentira... Não se sentiu amado e aceito? - Disse Emilly

Ele tenta falar algo.

- E-eu não sou o Perseguidor... - Disse grell

- O que? - Emilly perguntou

Grell se mexeu um pouco.

- Alguém... Me pagou pra te matar! O nome dele é Lord! O mesmo homem que... Era... Chefe da Abigail! Ele.... Me mandou Aqui! E me pagou... Eu não sou o Perseguidor! - Disse Grell

- Nunca mais se aproxime de mim outra vez ouviu? - Disse Emilly

Grell a encara.

- Você... Não existe... Você nunca foi real! Era só uma farsa! Eu odeio mentira... Prefiro a verdade amarga do que a mentira doce! Você deveria... Ter me matado quando eu ainda era Emilly que você conheceu quando fez o teste pra entrar na universidade! E não ter fingindo todo esse tempo ser alguém importante pra mim! - Disse Emilly

Sebastian encara sua Lady, sua testa estava sangrando, Emilly e Sebastian saem andando, Deixando grell a própria sorte.








Notas Finais


Relaxa....
Ele vai voltar! E vai ser divertido...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...