História You Belong With Me... - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Amanda, Ámbar Benson, Cato, Delfina, Gaston, Jazmin, Jim, Luna Valente, Matteo, Miguel, Nico, Nina, Pedro, Ramiro, Simón, Tino, Yam
Tags Gastina, Lutteo, Romance, Simbar, Sou Luna, Soy Luna, You Belong With Me
Visualizações 89
Palavras 1.696
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Mutilação
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


oieeee
td bem?
espero que sim, espero que gostem do capítulo, e assim, só por comentar, a primeira temporada está chegando ao fim, e bom, eu realmente espero que vcs tenham gostado...
bom, sem mais enrolação...
bora para o capítulo
boa leitura meus amores!!!
❤❤❤❤❤

Capítulo 17 - "Chapter Seventeen..."


Fanfic / Fanfiction You Belong With Me... - Capítulo 17 - "Chapter Seventeen..."

   Sexta-Feira (Um dia antes do Baile)

Luna Valente

...

-Luna: Não sei, okay... não pensei nisso ainda! 

-Âmbar: Então pensa logo, não temos tanto tempo assim, até porque se você for quero te arrumar!

-Luna: Ai Âmbar, sei lá, não estou no clima para bailes de escola!

-Âmbar: Nem começa Luna, você tem que ir por mim, temos que passar o baile juntas!

-Luna: Uhum, você vai estar com o Simón loira! 

-Âmbar: A Nina também vai estar lá, e ela está sozinha...vai Luna, você tem que ir!

-Luna: Tá, eu vou pensar tá!

-Âmbar: Pensa com carinho tá bom!

-Luna: Tá!

-Âmbar: Tchauzinho!

-Luna: Tchau!

Desliguei o telefone e o joguei em cima da cama, sinceramente não sabia o que fazer. Ao mesmo tempo que queria ir, eu não queria. A parte ruim disso tudo é que eu não quero chatear ninguém, e eu sei que se eu não for vou chatear, por mais que eu não queira.

Me joguei na minha cama, e puxei os cabelos com as unhas, em sinal de rendição a ter qualquer pensamento relacionado ao baile novamente.

Nós já havíamos terminado o ano letivo na escola, e consequentemente nunca mais teria aulas em uma escola, pois, agora era a faculdade que me aguardava. Eu já havia falado com o meu pai sobre a Universidade de Milão, e ele tinha ficado super contente por mim e permitiu que eu fosse , desde que quando o curso acabasse eu viesse para cá novamente.

E sobre Matteo. Não, eu ainda não havia falado que iria embora, mas uma hora ou outra ele iria descobrir, mesmo que por acidente.

Fui dispersa de todos esses pensamentos com batidas na porta, e logo depois vi Gastón parado na minha porta...

-Gastón: Posso entrar? – perguntou, pedindo permissão.

-Luna: Sim, claro! – disse sorrindo.

Ele entrou, cumprimentou Luna, com um beijo na bochecha, e depois se sentou na cama dela...

-Gastón: E aí, já decidiu o que vai fazer com o baile? – perguntou curioso.

-Luna: Não! – disse derrotada – Imagino que Âmbar tenha pedido para você vir falar comigo!

-Gastón: Ela pediu, mas eu vim por mim mesmo, quero saber o que vai fazer, por que se você não for, eu não vou! – disse decidido.

-Luna: Não, não , não, se eu não for você vai mesmo assim, não comece! – rebateu.

-Gastón: Não tem diversão sem Luna Valente, você deveria saber! – disse sorrindo.

-Luna: Ai meus deuses, não complique ainda mais as coisas Gastonzito, já estou confusa, vai me confundir mais ainda?! – disse rindo sem humor.

-Gastón: Luna, eu vim com um intuito, que no meu caso, é convencer você a ir nessa porcaria de baile, ou seja, não saio daqui enquanto você não disser sim! – disse convencido.

-Luna: Não vai desistir não é mesmo!? – disse rindo.

-Gastón: Ainda bem que você sabe! – disse e cruzou os braços.

-Luna: Agrrr...que droga hein Gastonzito! – disse e colocou uma almofada em cima da cabeça – Desisto, eu vou no baile!

-Gastón: Muito obrigado por facilitar meu trabalho, achei que seria muito mais difícil! – disse entre gargalhadas.

-Luna: Não pense que vai se safar, está me devendo uma! – disse e o olhou.

-Gastón: Sim senhorita! –  disse e fez uma reverência.

             Sábado (Dia do Baile)

Matteo Balsano

Havia acabado de acordar e me deparei com Gastón dormindo que nem uma pedra, ele tinha dormido aqui na noite passada, tentando me convencer a ir no baile. 

De tanto ele insistir acabei aceitando, mas não estava muito animado para ir no baile. Embora Gastón tenha dito que uma surpresa me aguardava, eu sabia que não era a surpresa que eu queria. Queria que Luna fosse ao baile, mas ela já havia me dito que a probabilidade ,era de ela não ir.

Estou ficando preocupado com a minha mãe, ela tem apresentado sinais de depressão ultimamente. Por essa razão, resolvi ficar estudando engenharia aqui em New Jersey, pelo menos ficaria cuidando da minha mãe.

Algum tempo depois, eu e Gastón já estávamos na mesa tomando café da manhã, e eu estava um pouco receoso com a questão dessa tal surpresa de Gastón, então resolvi perguntar...

-Matteo: Será que poderia adiantar alguma coisa dessa tal surpresa? – disse quase implorando.

-Gastón: Já disse que não, mas eu garanto que você vai gostar! – disse de boca cheia – Nós precisamos ir arrumar alguma coisa pra vestir nesse baile! – disse depois de engolir a comida.

-Matteo: Pera aí... você me convence a ir nesse baile, e não tem nada pra vestir!? – disse indignado.

-Gastón: É, eu acabei deixando pra última hora! – disse normalmente.

-Matteo: Você é terrível Gastón Perida! – disse enquanto ria – Termina logo esse café, temos que ir no shopping, senhor última hora! – disse enquanto se levantava da mesa.

Depois de algum tempo, eles já estavam na loja de ternos, vendo o que iriam vestir. Gastón havia se convencido de que queria um terno prateado, porém Matteo o impediu de comprá-lo, para que não passasse vergonha. 

No final das contas, Gastón comprou um terno azul marinho, e Matteo com um terno preto simples.

Ao chegarem em casa, combinaram que se arrumariam juntos, tanto que, quando chegaram, foram direto jogar videogame, enquanto esperavam dar o horário do baile...

Luna Valente

Neste exato momento estou me dirigindo para casa de Âmbar, por que ela está desesperada com os preparativos do baile.

Ainda faltam 6 horas para o baile começar e Âmbar já está quase infartando.

Quando cheguei na casa dela, a mãe dela me recebeu e disse que eu poderia subir. Ao entrar no quarto dela, pude ver a "bagunça perfeitamente organizada"...

-Âmbar: LUNA! Que bom que chegou! – disse aliviada.

-Luna: Âmbar, o que aconteceu com você? – disse olhando para ela melhor.

-Âmbar: Não sei o que vestir, não sei o que fazer no cabelo, não sei que sapato calçar, e não sei que maquiagem fazer! – disse colocando as mãos na cabeça como se fosse o fim do mundo.

-Luna: Olha loira, respira e inspira, nós já vamos resolver isso, só um minuto! – disse enquanto tentava a acalma-la.

Sai do quarto por alguns instantes e liguei para Nina, pedi que ela viesse o mais rápido possível, pois Âmbar estava tendo um ataque.

Menos de 5 minutos depois ela apareceu, para me salvar e salvar Âmbar também...

-Nina: Calma loirinha, respira e inspira, qual é o problema? – disse confusa.

-Âmbar: O baile! – murmurou.

-Nina: Mas o que aconteceu exatamente? – disse mais confusa ainda.

-Âmbar: Eu não sei o que vestir, não sei o que fazer no cabelo, não sei oque...– foi interrompida.

-Nina: Então quer dizer que você está desesperada, por que não sabe como vai se arrumar!? – disse desacreditada.

-Âmbar: Sim! – disse normalmente.

-Nina:. Olha Âmbar, se eu for contar exatamente quantas horas ainda faltam para o baile, deixa eu ver...– disse e olhou para o relógio no celular – Faltam exatamente 5 horas e 47 minutos, e você está preocupada que não dê tempo? – disse rindo.

-Âmbar: Ai, Nina, não implica, sou assim mesmo! – disse irritada.

-Nina: Okay, okay, vamos dar um jeito tá! – disse gentilmente – Vamos procurar algumas referências na internet e você escolhe o que mais gostar. Pronto, problema resolvido! – disse como se fosse óbvio.

-Âmbar: Nina, você é um gênio, eu não tinha pensado nisso! – disse animada – Eu vou pegar o notebook para começarmos a procurar! – disse e sai correndo a procura do notebook.

Depois de Âmbar voltar com o seu notebook , ela e Nina se sentaram na cama e começaram a pesquisar algumas referências que Âmbar provavelmente iria gostar.

Após alguns minutos, Âmbar achou uma que havia adorado e logo foi separar suas coisas, porém ela só esticou o vestido sobre a cama e depois seu estojo de maquiagem...

-Luna: Ué loira... não vai se arrumar? – disse confusa.

-Âmbar: Vou arrumar você e a Nina primeiro! – disse enquanto pegava as maquiagens.

Ela começou com Nina. Ela ajudou Nina a escolher um dos vestidos que haviam ali, e depois de a maquiar arrumou o cabelo dela, isso em menos de 40 minutos, realmente achei que fosse demorar mais. Um tempo depois Nina já estava pronta e eu esperando a loira para começarmos essa "arrumação" logo...

-Âmbar: Vamos Lunita? – disse sorrindo abertamente.

-Luna: Vamos! – disse e foi até o armário.

Ao meu ver, haviam mais de 100 vestidos ali. Âmbar começou a ver alguns vestidos claros mais logo a contrariei...

-Luna: Não, não, não, vestidos claros não, por favor! – implorou.

-Âmbar: Okay! Que tal esse? – disse e tirou do armário um vestido azul marinho e Luna negou – E esse? – disse e tirou um verde musgo e Luna negou mais uma vez – Hum, acho que tenho uma idéia pra você! – disse e foi para a outra parte do armário – Me espera lá fora, é surpresa! – disse e sorriu "inocente".

-Luna: Okay! – disse balançando a cabeça negativamente enquanto ria.

Alguns minutos depois, ela voltou com um vestido preto nas mãos...

-Âmbar: O que acha desse? – disse e sorriu.

Os olhos de Luna brilharam ao ver o vestido, parecia que ele tinha sido feito pra ela...

-Luna: Eu adorei! – disse baixo por estar encantada com o vestido.

-Âmbar: Sabia que iria gostar, pode ficar com ele se quiser, eu nunca o usei, não gosto muito de preto! – disse dando de ombros.

Âmbar logo começou a arrumar Luna. Primeiro fez a maquiagem e depois o cabelo, depois Luna foi ao closet da amiga para colocar o vestido, e depois de estar pronta, olhou-se no espelho. 

A garota mal conseguia se reconhecer, se sentia estranhamente bem, estava se sentindo uma verdadeira princesa.

Ficou mais algum tempo vendo seu reflexo no espelho, até ser interrompida pela amiga a chamando...

-Âmbar: Vem Luna, queremos ver como ficou! – disse ansiosa.

Ao sair do closet, viu Âmbar de costas já trocada, penteada e maquiada, e pode ver a boca de Nina se abrir, antes que a loira pudesse olha-la, e , ao olhar a loira obteve a mesma reação...

-Âmbar: Meu Deus...

-Nina: Do céu...– continou a frase.

-Âmbar: Você está maravilhosa Luna! – disse e colocou as mãos na boca.

-Nina: Você está linda de mais amiga! – disse sorrindo largamente.

-Luna: Obrigada, mas o crédito é todo da minha loira preferida! – sorriu – Agora quero um abraço! – disse e abriu os braços para abraçar as amigas.

Logo as três estavam unidas em um abraço, e ali podia se ver cumplicidade e fidelidade entre elas...

-Luna: E aí, vamos pra baile? – disse animada.

-Âmbar: Só se for agora! – disse pegando as bolsas de todas.

Elas foram para o andar de baixo, se despediram dos pais de Âmbar e logo já estavam a caminho do baile, que prometia muitas emoções para uma simples noite de baile de formatura. 

Prometia, a última valsa...

"Vou deixando acontecer. O que realmente for pra ser, será, independente do que aconteça!" 










Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...