História You Belong With Me - Capítulo 31


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Alzack, Angel, Aquarius, Aries, Azuma, Bacchus Groh, Bickslow, Bisca Connell, Cana Alberona, Droy, Erza Scarlet, Evergreen, Flare Corona, Freed Justine, Gajeel Redfox, Gildartz, Grandine, Gray Fullbuster, Hibiki Lates, Igneel, Jackal, Jellal Fernandes, Juvia Lockser, Kagura Mikazuchi, Kinana, Laxus Dreyar, Layla Heartfilia, Levy McGarden, Lisanna Strauss, Loki, Lucy Heartfilia, Makarov Dreyar, Minerva Orland, Mirajane Strauss, Natsu Dragneel, Rogue Cheney, Sting Eucliffe, Taurus, Ultear Milkovich, Virgo, Yukino Aguria
Tags Nalu
Visualizações 304
Palavras 2.153
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Escolar, Esporte, Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá, tudo bem? Mais um capítulo pra vocês. Obrigado pelos comentários e favoritos.
Por favor leiam as notas finais, até lá
Boa Leitura *-*

Capítulo 31 - Explicações


Fanfic / Fanfiction You Belong With Me - Capítulo 31 - Explicações

Autora on

Enquanto uma certa loira caminhava apressada pelas ruas, em uma praça não muito longe dali havia uma azulada que estava começando a aceitar que estava em maus lençóis.

Como explicaria a sua amiga toda aquela mentira que criou no momento crítico onde sua própria mente a traiu?

Ingênua pensou que dizendo a verdade a loira todo aquele mar de confusões seria esclarecido sem que ambos os lados se prejudicassem...mas ela realmente vai conseguir fazer isso?

- Como é que Juvia vai falar com a Lu sem denunciar a declaração do Natsu? - falava com si mesma em tom baixo enquanto mexia freneticamente as pernas, em uma tentativa involuntária de se acalmar.

Ela não tinha se dado conta até poucos minutos, mas estava na mesma situação de horas atrás.

Na verdade toda aquela atuação havia surgido de fazer com que o amigo rosado não se declarasse antes da loira. Porém depois de conseguir enganar o amigo, acreditava que o que teria que fazer era somente avisar a amiga de sua façanha! Mas não é bem assim...

Conhecendo muito bem como sua amiga é curiosa, vai definitamente querer saber os detalhes de como ela se enrolou tanto nessa situação.

- Como Juvia.... - se interrompeu ao olhar para o lado e já poder ver os fios dourados esvoaçantes acompanhados de olhos chocolate que passeavam a sua procura. Ficou nervosa, morreu o lábio inferior e olhou rapidamente para todas as direções por intuído, encontrando assim sua possível resposta.

- Cara, por que não se declara, tenho certeza que ela tá na sua! - um grupo de amigos que jogava bola ali perto conversavam entre si.

- Será? E se eu for rejeitado? - o garoto moreno mergulhado em timidez perguntava hesitante para o amigo completamente despreocupado.

- Vai por mim, vai dar certo! - eles saíram andando ainda falando sobre o mesmo assunto. Juvia que agora tinha um grande sorriso no rosto fez questão de agradecer mentalmente aqueles garotos que nunca havia visto.

Avistou sua amiga chegando cada vez mais perto em passos acelerados até começar a correr em sua direção, fazendo Juvia sorrir divertida em uma chance de provocar a loira.

- Lu, não precisava correr tanto! - o sorriso preocupado de segundos atrás havia simplesmente desaparecido de seu rosto pálido. E olhava tranquilamente a garota um pouco ofegante que se sentava do seu lado.

- Claro que precisava, como acha que eu fiquei? - olhava para sua amiga azulada, tentando encontrar respostas nas orbes tão profundas quanto o oceano.

- Acho que Juvia é capaz de ter uma ideia. - disse calma olhando as árvores ao seu redor. Logo seria inverno e todas aquelas lindas folhas iriam desaparecer - Juvia sabe que você se preocupou. Desculpa

- Não se importe com isso Juvia, você com certeza teve seus motivos, e é isso que eu vim buscar. Respostas - Juvia suspirou, graças a uma situação fútil ela conseguiu sair de uma confusão deveras complicada.

- Então...

Flash Back On

- VOCÊ NÃO PODE FAZER ISSO! - a frase mal pensada provocou grande curiosidade no restante dos amigos, e ao perceber isso, já era tarde demais pra voltar atrás.

- E por que não? O que deu em você Juvia? - o rosado definitivamente não entendia essa atitude totalmente explosiva e sem qualquer justificativa.

- Por que.....Por que.... - pensar em algo bom o suficiente sob pressão não pareceu ser a melhor opção, já que além de olhares desconfiados, nada mais passava em sua mente.

Todos a olhavam, estavam pedindo explicações pelas suas pupilas dilatadas pelo sol escaldante daquela tarde. Não estava prestando atenção, mas tinha a total certeza de que expressões decepcionadas se encontravam muito bem estampadas na face de cada uma das meninas.

- Então Juvia, por que eu não posso me declarar? - ela não tinha certeza se Natsu estava irritado ou preocupado com a resposta que ela o daria. Talvez pensasse que amada já tinha outro alguém em seu coração! Pensar nessa possibilidade fez com que a azulada se desesperasse ainda mais, aquilo definitivamente tinha que ser esclarecido.

- Sabe o que é Natsu...er...Juvia quer dizer que você não pode fazer isso.... assim...do nada! - o rosado levantou uma de suas sobrancelhas perfeitamente desenhadas, ainda não entendo qual o sentido de sua fala - Todos aqui sabemos o quão enrolados vocês dois são, e você com certeza demorou bastante pra tomar essa decisão. Então que tal fazer dela uma decisão inesquecível?

- Mas ela vai ser inesquecível! É minha primeira declaração, pra alguém que eu amo de verdade, jamais irei esquecer de algo assim. - respondeu um pouco seco na opinião da garota, que aceitava que havia falhado em sua primeira tentativa.

- Juvia sabe do que você está falando, mas eu quero dizer que você deveria fazer algo grande. Por exemplo.....er....o festival, sim, o festival é uma boa. Que tal? - escutou atrás de si o som das palmas de suas amigas se chocando contra suas faces, ela só estava piorando tudo e Natsu só achava aquilo cada vez mais estranho.

- Certamente não seria algo ruim, mas isso não justifica o fato de você ter se alterado tanto! - ele definitivamente não estava disposto e desistir facilmente, tentaria até o fim tirar algo que ajudasse sua mente a trabalhar - Então agora sem mais mentiras, por que é que eu não posso me declarar?

Suspirou cansada e vencida, não conseguiria o enganar tão rápido quanto pensava, por isso decidiu que...

- Tudo bem, Juvia vai dizer a verdade! - anunciou sem aviso prévio, sentiu os olhares espantados atrás de si, logo depois sentindo seus ombros serem segurados firmemtes por Erza e Levy.

- Juvia, ficou louca! Não pode dizer isso a ele! - Levy dizia desesperada, não podia deixar os planos de sua amiga se perderem assim, por um mal entendido.

- Juvia senti muito Levy, mas não dá pra continuar mentindo agora. - a baixinha ficou incrédula com a atitude da tal, como pode ser capaz de fazer isso assim?

- Juvia, Não se atreva!! - ela se estremeceu, Mas nem o olhar amedrontador da ruiva foi capaz de fazê-la parar naquele instante. Então pra não dizer mais nada, somente negou para a ruiva a deixando soberba e afogada em um oceano, totalmente desacreditada.

- Natsu, a verdade é que você não pode se declarar para a Lu por que ela pode acabar se machucando! - todos concentrados no olhar mais que perfeito da atuação da garota. Nem mesmo ela acreditava que poderia mentir assim tão bem - Recentemente ela disse que tem ouvido boatos com seu nome envolvido.

- E...o que esses boatos dizem? - curioso pela história, Jellal perguntou a amiga que o olhou "sincera".

- Eles dizem que você pretende "fingir" ter sentimentos por ela, fazendo uma falsa declaração. - Todos olharam desacreditados, por que alguém diria isso sem mais nem menos? Bom, a única coisa que importava para a azulada no momento era que o protagonista rosado acreditasse fielmente nela - Claro que ela não deu ouvidos, ela me disse que confia muito no Natsu, e que sabe que você nunca seria capaz de a fazer sofrer sem um motivo aparente.

- E-Eu não fazia ideia... - completamente atordoado, era assim que ele se encontrava. Afinal, qual o objetivo da pessoa que inventou tal coisa? Como sabia sobre sua confissão?

- Quem é o idiota!? - Gajeel tomado pela raiva esbravejou, provocando certo medo em Juvia, que temia que o amigo procurasse essa história mais a fundo. Se sentia mal por mentir para seus amigos, amigos que considerava irmãos...porém iria levar isso como uma medida de desespero necessária.

- Nenhuma de nós sabe. Foi só o que ouvimos, não fazemos ideia de quem começou isso, muito menos o por que. - ela olhou as botas de couro em seus pés, suas preferidas! Suspirou e continuou, se não fizesse algo convincente estaria sem saída - Por isso Juvia se assustou tanto quando você começou a falar sobre se confessar. Não que Juvia pense que os boatos são reais, Juvia sabe que o que você sente pela Lu não é um sentimento qualquer, e sim um dos mais lindos possíveis. Mas é que, a primeira coisa que passaria por aquela cabecinha teimosa, era que tudo que ela fez questão de ignorar, estava certo. Não acha?

- Acho que tem razão...mas...AHHH DROGA! - se agachou ali mesmo onde estava, passando seus dedos firmes pelos fios rebeldes, os bagunçando em um charme que na visão da loira, só ele tinha - O que acha que eu devo fazer? Boatos não morrem facilmente, assim como adiar minha declaração não vai ajudar em nada, muito menos abafar o caso!

Ele permanecia de cabeça baixa, não sabia que rumo tomar. Ver seu amigo assim deixou Juvia muito abalada, mas o que podia fazer? Dizer que ele não poderia se declarar por que a garota que ele ama decidiu fazer isso primeiro? Nem pensar! Isso era fora de questão.

- Natsu, acho que a Juvia tem razão. Apesar de que adiar um evento desses não vá beneficiar em nada, é o melhor a se fazer. Lucy ficaria muito abalada se pensasse que todas essas fofocas eram verdadeiras. - Jellal se pronunciou firme, fazendo Gray, que até agora não havia se pronunciado, concordar com o mesmo.

Natsu soltou levemente o ar pela boca, não via a hora de enfim poder deixar livre todo aquele vulcão de emoções dentro de si. Queria muito deixar tudo aquilo explodir em chamas...mas pelo visto, iria ter que guarda-las por mais um tempo.

- Espere pelo menos até o festival, sim? Até lá tudo será mais fácil. - Erza, que a pouco tempo havia entrado no jogo da Lockser, propôs ao rosado que a olhou derrotado.

- Tudo bem, eu espero até o festival. Mas só até o festival, é minha única exigência! - Juvia sorriu minimamente assentindo. Se permitiu respirar aliviada quando ele se levantou colocando sua velha mochila nos ombros, pronto pra voltar pra casa. Lhes deu as costas, porém antes de dar o primeiro passo disse sem a olhar - Mas eu não vou deixar essa história por isso mesmo, se eu quero que isso realmente dê certo. Eu preciso cortar esse mal pela raiz.

- CERTOOO, JUVIA TAMBÉM! - disse alto para que ele escutasse da distância onde se encontrava. Já ele como resposta, deu apenas um aceno simples, que demonstrava o quão desapontado ele saiu dali.

- Essa foi por pouco, vê se toma mais cuidado da proxim vez! - Levy sussurrou no pé de seu ouvido, antes de assim como o resto de seus amigos, irem todos pra casa.

Flash Back off

Juvia contava olhando os olhos marrons de Lucy, que prestava com atenção dobrada. Tentava ao máximo esconder detalhes desnessessarios ou que a comprometessem novamente. Por isso a história que deveria se prolongar por muito tempo, se resumiu em apenas alguns curtos minutos.

- E foi mais ou menos assim, por isso Juvia pediu pra que você concordasse com qualquer pergunta inesperada do Natsu.

- Ah, eu entendi bem onde você quer chegar, e também entendi o por que da mentira, mas... - e lá vem a pergunta de ouro. Juvia sabia que ela viria a qualquer momento, e novamente fez questão de agradecer aos seus dons de ouvir conversas alheias mentalmente - Por que é que você reagiu de forma tão brusca?

- Isso por que o idiota do Gray não parava de azucrinar o Natsu dizendo que ele devia se declarar. - soltou com naturalidade, tanta que ela jurava que isso era verdade.

- Nossa, mas...só pra saber assim... qual foi a reação dele? - A jovem corada perguntava acanhada, queria saber se o amado de alguma forma reagiria de um jeito positivo.

- Hummm, deixa Juvia pensar... - Lucy olhou Juvia, vendo seu rosto se contorcer em um sorriso travesso e um olhar desafiador, ela nem precisava dizer mais nada para que Lucy soubesse o que ela iria fazer - Acredita que Juvia não se lembra!? Juvia jurava ter visto o rosto do Natsu, será que foi a impressão da Juvia?

Seu sorrisinho barato fez a loira a olhar "zangada" e desapontada por não poder acabar com sua curiosidade.

- Juuuu! Não vai fazer isso comigo né? Diz que não... - tentou convencer, mas seria impossível, até por que descrever a face do amigo inundada em sentimentos profundos não seria algo que ela possa fazer. E talvez, futuramente, sua amiga lhe agradeça por deixar que ela descubra como é pessoalmente por ela mesma.

- Ahh, nem pensar!! - ela riu se levantando a começando a andar de costas até se virar indo pra fora daquela Praça.

- Ei Ju, volta aqui! - Lucy foi atrás da amiga, com um sorriso que poucas amizades sinceras são capazes de possuir, aquelas que só de olhar você já sabe que...

Será eterno!


Notas Finais


Primeiramente me desculpem pelo capítulo curto. Mesmo assim me digam o que acharam, isso é muito importante pra mim!

Quero agradecer de coração por vocês me ajudarem a chegar as 18.000 visualizações, nós até passamos a meta, muito obrigada mesmo ♡♡

Agora minhas sinceras desculpas por não estar cumprindo meu combinado ultimamente, os capítulos estão ficando meio desrregulados, e eu sinto muito. Mas a partir de agora eu vou fazer o máximo pra ter capítulo novo todo sábado.

Obrigada por lerem mais este capítulo, um beijão e até sábado ♡

FALOU! ☆


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...