História You hate me daddy? - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Hoseok, Namjin, Taekook, Vkook, Yoonmin
Visualizações 17
Palavras 1.294
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Fluffy, Hentai, Lemon, Shonen-Ai, Slash, Yaoi
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente, essa é a minha nova história, espero que gostem e desculpe os erros

Capítulo 1 - A chegada do filho adotivo


Fanfic / Fanfiction You hate me daddy? - Capítulo 1 - A chegada do filho adotivo

Busan (departamento de polícia-19:20pm)

 -Senhor deseja que eu organize, as planilhas em ordem alfabética? (Perguntou o escrivão entrando na sala do delegado)

 - Não precisa de tanta formalidade Nam, somos amigos. E sim pode organizar como bem entender. (Falou o delegado, dando um sorriso brincalhão e acolhedor em direção ao outro)

 -Senhor, eu quase estava me esquecendo de lhe dar a grande notícia. (O escrivão sentou na cadeira de frente a mesa do delegado colocando os pés em cima da mesa, dispensando a hierarquia de chefe e empregado)

 -Diga logo, e tire as patas da minha mesa. (Bateu nos pés do mesmo, para que tirasse os pés da mesa) 

 -Nossa suguinha, você diz pra não ter tanta formalidade, mas não deixa eu nem colocar os pés na sua mesa. (Falou em um tom engraçado, recebendo um olhar  de indignação do outro) 

 -Da pra dar a notícia logo, ou vai continuar com sua enrolação?!

 -Taehyung e Jungkook estão voltando de Daegu. E advinha só ? (Encarou o delegado como se a notícia a seguir fosse algo exclusivo e inédito , fazendo um certo suspense) 

 -Quando eu me graduar em vidência e finalmente ter a minha bola de cristal, quem sabe eu não advinhe, deixe de enrolação e conte-me logo toda a história pelo amor de DEUS. (Falou o delegado impaciente) 

 -Eles adotaram uma criança, eu ainda não sei o nome direito, mas me falaram que é a fofura em pessoa. Pediram para avisar também que chegam hoje aqui em Busan, e que amanhã terá um jantar para apresentar o pequeno novo integrante da família KIm Jeon.  

-Uma criança? Enlouqueceram mesmo, doidos.

 ******--------******* 


 Yoongi on* 


 Me chamo Min Yoongi, sou delegado da delegacia principal em Busan. Minha vida é monótona, eu sou um cara solteiro que trabalha mais do que respira, e que não tem tempo nem para ir a bares relaxar ou ter um encontro com uma bela dama. Meus pais moram na Espanha, eles se mudaram para lá, pois como já são aposentados, querem poder aproveitar um pouco mais a vida.

A minha vida não é tão interessante, eu tenho 5 amigos, dois deles se casaram recentemente, Taehyung e Jungkook. O casamento foi de cinema, a felicidade do olhar do Kookie por finalmente ter algemado o tae foi hilária, pois os dois viviam naquela de "Não posso assumir um relacionamento", foi bem complicado no início, e agora os dois estão aí casadissimos e pelas novas novidades que rolam, até um filho adotaram. Meus outros amigos são Namjoon, Seokjin e Hoseok. Nam e jin vivem um romance as escondidas achando que ninguém sabe de nada, mas, mal sabem eles que nos já vimos coisas acontecendo entre eles. Hoseok é um bom amigo, porém ele tem uma quedinha por mim, isso meio que afeta a amizade, mas eu procuro relevar. Como eu sei que ele tem uma queda por mim? Nossos amigos não são tão línguas presas. Sem querer Seokjin acabou me contando, Hoseok ficou bastante envergonhado passou , um mês afastado do grupo. Ele nunca veio falar comigo sobre os seus sentimentos, porém eu sinto que isso ainda é um assunto pendente.

 E aqui estou eu me arrumando pro suposto jantar que será dado por meus amigos que agora são pais. Um filho? Taehyung e Jungkook piraram de vez, só pode.

 Término de me arrumar e logo mando uma msg pro grupo que eu e os garotos tínhamos no whats, como uma forma de falar com todos ao mesmo tempo.

 (Suga)- Pessoal já estão prontos? 

 (Jin) - Eu pelo menos estou, já estou quase de saída . 

 (Hobi)- Eu vou demorar ainda .

 (Nam) - Jin você pode passar aqui, pra irmos juntos? 

 Nesse momento eu bloqueei a tela do meu celular, pelo visto eu teria que ir so no meu carro. 

-------quebra--------


 -Que bom que você veio yoon, estamos com saudades. (Falou tae me abraçando com Ternura) 

 -Também senti falta de vocês. (Me soltei do abraço e olhei em volta procurando o tal "filho", eu estava curioso admito) 

 -Se você está procurando o meu bebê, ele ainda está se arrumando, já já ele estará aqui, você tem que ver suga, ele é uma gracinha. (Taehyung suspirou como se tivesse lembrando da coisa mais fofa do mundo )

 -Oi Yoongi que bom que veio, vamos para sala de jantar, os outros já estão lá esperando.( Jungkook falou abraçando tae por traz, levando o mesmo consigo, dava para perceber a possessividade dele em relação ao Taehyung) 

 Eu gostava do Kookie mas esse jeito dele de possessividade era um pouco chato, pois os outros amigos não podiam abraçar o tae, que lá estava um jeon com a cara carrancuda. Sai andando em direção a sala de jantar e me sentei ao lado de Hoseok. Pelo visto todos chegaram no horário, sem atrasos, pois assim como eu deveriam estar no mínimo curiosos com o novo filho do casal.

 -Pensei que ia demorar. (Falei, recebendo um sorriso sem graça de volta.)

 -Bom pessoal, esse jantar é muito importante para mim e o meu marido, pois  estamos excessivamente felizes, e gratos por finalmente termos um filho, adotado mas é nosso! (Falou Taehyung com os olhos marejados)

 -Gente, queremos que conheçam o nosso bebê, Kim Jeon jimin. (Falou Jungkook, tirando de traz de si um garoto que parecia está morrendo de vergonha) 

 Olhei pro garoto e pude perceber que o mesmo estava tímido. Ele tinha os cabelos loiros e era de estatura média, menor que eu. Ele era incrivelmente fofo. Mas o que mais me deixou surpreso foi o físico dele. Eu pensei que era uma criança e não um adolescente. 

 -Jimin meu amor, pode se apresentar, são todos amigos da família. (Falou tae, pegando na mão do menor dando apoio moral para o mesmo) 

 -Meu...Meu nome é Jimin, espero que cuidem de mim. (Falou o pequeno corando logo depois... Fofo.) 

 -Meu nome é Seokjin, mas pode me chamar só de jin pequeno. (Jin lançou um sorriso acolhedor em direção ao menor)

 -Eu me chamo Namjoon, e eu serei o seu tio, se quiser ir no parquinho é só me chamar.(falou divertido) 

 -Eu não vou mais em parquinhos tio Namjoon, eu sou um homem. (jimin falou tentando parecer sério, o que não deu muito certo, pois o mesmo era fofo demais) 

 -Me chamo Hoseok, mas pode me chamar de Hobi. 

Quando chegou a minha vez de me apresentar, jimin olhou em minha direção, e pela primeira vez naquela noite, nossos olhares se cruzaram .

 -Eu me chamo Yoongi, mas pode me chamar de Yoon, assim como seus pais me chamam. (Dei o meu melhor sorriso para o garoto percebendo o mesmo corar logo em seguida, ele estava me olhando com os olhos estáticos, parecia ter perdido algo no meu rosto) 

 -Bom gente, vamos jantar, antes que a comida esfrie. (Falou Taehyung animado) 

Acho nobre da parte dos dois adotarem um adolescente, pois é muito difícil casais quererem crianças com mais de 9 anos, imagina com 16, que suponho ser a idade do pequeno Jimin. 

 Yoongi Of* 

 Kim Jeon Jimin on*

 Eu estou tao feliz agora eu tenho um lar, pais, e amigos. Agora posso esquecer tudo que passei no meu passado e seguir adiante.Quando Taehyung e Jungkook me viram naquele orfanato não pensaram duas vezes ao me adotar, eu serei eternamente grato a eles. Agora nesse jantar, fiz novos amigos, e sei que irão cuidar bem de mim. Mas um deles me chamou atenção. Eu sempre fui convicto da minha sexualidade, de que eu era homossexual, porém não falei isso a meus novos pais. Eu não queria gerar problemas na minha adoção. Esse cara é tão misterioso, esse sorriso que ele me lançou agora, é diferente dos outros . Eu não quero dar trabalho para os meus novos pais, mas esse cara....


Notas Finais


🌚 Go Go


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...