História You Made Me Better ... - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony, The 100
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Lexa, Normani Hamilton
Tags Cabellojauregui, Camila Cabello, Camren, Fifth Harmoy, Lauren Jauregui
Visualizações 181
Palavras 1.679
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 10 - Capítulo 10


Fanfic / Fanfiction You Made Me Better ... - Capítulo 10 - Capítulo 10

[Camila]

- Ai...

Foi a única coisa que eu consegui dizer quando ouvi um grito estridente vindo de sei la aonde, eu estava morrendo de dor de cabeça, mas também depois de beber todas eu precisava receber os frutos da maldita ressaca então comecei a me levantar lentamente, olhei a volta e vi que não estava no meu quarto e nem com as minhas roupas, estava vestida apenas com um blusão o que me fez ficar apavorada pensando aonde eu devia estar quando Lauren entrou no quarto com  um copo d’agua e com alguns remédios.

- Que bom que você acordou – disse ela um tanto sem graça ao colocar o copo e os remédios na mesinha de cabeceira, ela evitou olhar pra mim ao dizer – suas roupas estão quase secas.

Ver Lauren tão cautelosa desse jeito fez eu me sentir como uma bomba prestes a explodir e isso me fez ser bombardeada pelas lembranças da noite anterior, fiquei tensa no mesmo instante o que não passou desapercebido pela morena.

- Mila.. Você está bem? – perguntou ela preocupada, foquei meus olhos nos dela que continuou – parece ...

- Você não me respondeu ontem  - disse ressentida, ela me olhou confusa e então eu simplesmente me levantei da cama e disse – Na verdade você respondeu sim já que a falta de resposta também é uma resposta – fiquei de costas pra ela sentindo meus olhos marejarem e disse – você não gosta de mim e eu entendo porque eu sempre fui uma vadia com você e...

- Camila...

- Não se preocupe que eu já vou embora ...

- Cala a boca – disse ela ao me puxar pelo braço girando-o rapidamente me fazendo ficar de frente pra ela que apenas me olhou seriamente e disse – eu não respondi nada ontem porque, primeiro eu não conversaria com você naquele estado e segundo ... depois que você me perguntou o que eu sentia, você simplesmente vomitou em tudo e depois apagou em meus braços – ela começou a corar ao tirar suas mãos de mim e disse – então eu trouxe você pra cá, te dei um banho e te coloquei na cama - senti minhas bochechas começar a esquentarem então ela cruzou os braços sobre peito e disse irritada – agora para de ficar se comportando como uma criança mimada e toma logo o remédio que eu trouxe pra você, vai tomar um banho gelado pra tirar essa cara horrível, coloca a roupa que eu deixei no banheiro e depois disso se você quiser conversar como uma adulta eu estarei esperando na cozinha fazendo nosso café da manha.

Lauren descarregou tudo isso e antes que eu pudesse falar alguma coisa, ela simplesmente saiu me deixando sozinha no quarto. Palavras não poderiam descrever o quão constrangida eu estava, fiz um tremendo vexame na casa da mulher que eu estou apaixonada e ainda vomitei tudo dando a maior trabalheira pra ela.

Fiquei paralisada por uns instantes decidindo o que iria fazer, mas logo pensei, se eu queria ter uma chance com ela eu precisava me comportar como adulta e ter uma conversa de verdade com a morena então eu resolvi obedecer a Lauren tomando o remédio e indo tomar um longo banho gelado, assim que eu terminei o maravilhoso banho eu coloquei o conjunto de moletom que Lauren havia separado pra mim e fui ao encontro dela na cozinha só que ela não estava lá, comecei a procura-la pela casa e acabei me surpreendendo ao ver que ela havia montado uma super mesa de café da manhã na área coberta a beira da piscina, fui ao seu encontro e apenas me sentei de frente pra ela que me encarava de forma intensa, ficamos em um silencio constrangedor e eu resolvi quebrar esse silencio.

- Aonde está Lexa? – perguntei sentindo falta da pequena.

- Dinah veio buscar ela pra termos um pouco de privacidade – disse ela dando de ombros, então ela começou a corar e disse – pra gente conversar.

Eu assenti só que mais uma vez entramos em um silencio constrangedor, não sei por quanto tempo ficamos assim então já que nenhuma de nós disse nada ela apenas suspirou pesadamente e disse.

- Acho que você devia tomar seu café – disse ao se levantar, ela estava quase passando por mim quando eu a segurei pelo seu pulso o que a fez revirar os olhos e perguntar – O que foi?

- Senta, nós vamos conversar – disse com firmeza, eu já fiz muita besteira e não poderia vacilar agora, ela arqueou a sobrancelha pra mim e eu disse ao soltar seu pulso – Senta Lauren, por favor.

Lauren se sentou novamente com o rosto corado, senti meu rosto esquentando então peguei em sua mão timidamente e comecei.

- Laur.. Eu errei muito em ter vindo aqui daquele jeito ontem daquele jeito, mas cada palavra do que eu disse é verdade – confessei sentindo os meus olhos marejarem, ela me encarava intensamente, mas eu continuei ao apertar a mão dela – Você me faz querer ser uma pessoa melhor, eu durmo e acordo pensando em você – dei meio sorriso a ela antes de continuar – acho até engraçado que você seja tipo a mãezona de todo mundo nesse grupo porque você cuida de todo mundo, mas eu quando olho pra você tudo o que eu quero é cuidar de você, te proteger e fazer você feliz – senti meu peito esquentando e um sorriso bobo se formando em meus lábios, Lauren começou a chorar timidamente e eu continuei ao acarinhar a mão dela – eu sei que você ainda me vê como aquela filha da puta que praticava bullying em você, mas Lauren tudo o que eu quero é uma chance – ela parecia ficar um pouco tensa, então puxei minha cadeira pro lado dela sem largar sua mão, foquei meus olhos nos dela e disse seriamente – Lauren eu realmente estou completamente apaixonada por você e tudo o que eu quero é fazer você e Lexa felizes por favor me dar uma chance... Se eu estragar tudo você me manda pro inferno, na verdade nem vai precisar já que se eu estragar tudo eu mesma vou me odiar pra sempre – lagrimas pesadas começaram a correr pelo meu rosto e pelo dela e eu supliquei  - por favor.. é só uma chance que eu quero pra mostrar que eu posso realmente fazer vocês felizes.

- Você pensa em Lexa? – Perguntou ela um tanto atordoada, mas logo manteve a postura seria – quer dizer.. você pensa na felicidade dela?

- Claro, até porque pelo o que conheço de você sei que nunca ficaria com alguém que não amasse a pequena – disse com um enorme sorriso ao lembrar da pequena que roubou meu coração, assim como a mãe Lexa havia me conquistado, coloquei uma mexa de cabelo para trás da orelha de Lauren e disse sinceramente – sua filha simplesmente conquistou meu coração e é claro que se você me aceitar eu vou sempre procurar fazer o melhor pra você e pra ela.

Lauren parecia extremamente emocionada e como ela começou a chorar intensamente mesmo sem entender o porquê eu a abracei forte e deixei que ela chorasse, quando ela começou a se acalmar, ela me pediu desculpas pelo que tinha dito a mim e me contou toda a história do seu pai, sua mãe e a “amiga” que estava gravida de Lexa, com a morte dos pais da pequena, Lauren era a única que teria a guarda da pequena e por se tornar irmã/mãe e esse foi o motivo pro filho da puta do namorado dela terminar com ela e quebrar seu coração. Por um momento eu pensei que a uns 4 meses atrás EU seria essa filha da puta, então coloquei a mão em sua nuca aproximei meu rosto do dela e disse com toda a firmeza que eu consegui reuni dentro de mim.

- Eu não vou deixar você na mão e minha vida é muito mais completa com você e Lexa – disse seriamente, abri a boca pra falar só que fui interrompida por um beijo o que me deixou surpresa, mas eu logo retribui, não foi um beijo cheio de malicia como eu costumo dar nessas meninas, esse beijo foi cheio de carinho, foi como se eu estivesse beijando pela primeira vez e foi maravilhoso, encerrei o beijo com alguns selinhos, e perguntei um pouco temerosa – então isso é um sim? Você gosta de mim pelo menos um pouquinho?

- Camila... Isso é um Sim, também estou completamente apaixonada por você – disse ela com um enorme sorriso ao me puxar para um outro beijo, mas logo ela se afastou e disse seriamente – mas quero começar isso devagar...

- Claro, como você quiser – disse sorrindo feito boba, lhe dei um selinho demorado e disse meio sem graça ao me afastar – será que podemos deixar esse nosso ... lance entre nós?

- Eu ia te pedir a mesma coisa – disse ela aliviada, ela deu um sorriso tímido e continuou – Lexa te ama, mas se ela souber disso vai passar a te odiar, ela é super ciumenta – então ela arregalou os olhos e disse – até nos firmarmos é melhor mantermos a boca fechada perto de Dinah ou se não...

- Ela vai arrancar meu fígado e comer acebolado – falei estremecendo com a ideia o que fez Lauren rir, ai meu Deus como eu amo o som da risada dela, a beijei mais uma vez e sussurrei entre nossos lábios – obrigado por nos dar uma chance...

- Eu que agradeço por não desistir de mim – sussurrou ela, estava pronta pra falar só que fomos interrompidas pelo ronco alto do meu estomago o que a fez dar uma risadinha e dizer – vamos alimentar esse monstro que está dentro de você...

Ri também e começamos a tomar nosso café da manha em meio a muitos risos e beijos, brincadeiras e beijos. Eu acho que nunca fui tão sincera na minha vida quanto eu fui no dia de hoje e dia uma coisa eu tinha certeza, vou fazer de tudo pra dar certo porque sinceramente não consigo nem imaginar como seria a minha vida sem Lauren e Lexa. 


Notas Finais


Epa... Finalmente Lauren deixou o medo de lado e disse o que sentia... Será que vai ficar na calmaria agora ou vai ter alguma treta?
Galera.. Me siga no Twitter:@TheHCristina


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...