História Your addiction is me. - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber
Tags Bissexualidade, Justin Bieber, Prostituição
Visualizações 110
Palavras 980
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Estupro, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 14 - The asshole is Matt.


Fanfic / Fanfiction Your addiction is me. - Capítulo 14 - The asshole is Matt.

Pov Jazmyn

Sex, 10 de novembro. 

Acordei com o meu despertador tocando. Mesmo tendo faltado dois dias só nessa semana, não estava nem um pouquinho animada para ir ao colégio. 

Fiz minhas necessidades e higienes matinais, tomei um banho e pus o uniforme. Diferente de ontem, quando eu voltei para o meu quarto, ele não estava arrumado. Justin bem que poderia arruma-lo para mim todos os dias, né? Seria ótimo, maravilhoso! 

Arrumei o meu quarto e separei os livros correspondentes as aulas de hoje. Depois, me direcionei até a cozinha e me juntei a minha família. 

-Está melhor? -Papai perguntou, assenti com um sorrisinho. 

-Eu e Justin vamos ficar no colégio à tarde para terminarmos os preparativos do projeto, que já é terça. Quer ficar com a gente Jazmyn? -Jaxon perguntou. 

-Claro. 

Eu realmente espero que algum colega meu me faça companhia à tarde, pois seria muita sacanagem ficar só eu terminando os preparativos. 

Depois do café, tirei a mesa. 

No colégio, assim que cheguei, não vou mentir, procurei o tal "babaca" que o Justin falou ontem com o olhar, mas não o achei. 

Minhas duas primeiras aulas foram de ciências e a minha terceira foi de religião, porém foram aulas vagas. Estamos numa correria que só, esse projeto está causando dor de cabeça para todos. 

Infelizmente, descobri que apenas eu e a Gabriela ficaremos à tarde. PORRA! 

Na hora do intervalo, não saí da sala, continuei focada nos preparativos. Estavam eu e mais duas colegas. 

-Essa sala é de que ano? -Um garoto lindinho acompanhado de alguns colegas do Justin perguntou, seus próprios amigos o responderam. -Será que podemos passar o intervalo com vocês? -Minhas colegas bobinhas já estavam assentindo, os ignorei. 

-Quantos anos você tem? -Uma colega perguntou. 

-16 anos. 

-Você é lindo! -Continuou, ele apenas deu um sorrisinho. 

-Como vocês se chamam? 

-Fernanda, Ana e Jazmyn. -Nos apresentou. 

-Jazmyn é irmã do Justin Bieber. -Um dos colegas dele comentou. 

-Eu não acredito que eu vou ser o cunhado do Justin. -Sorriu fofo. A decepção das minhas colegas eram bem visíveis, porém logo uma caiu gargalhada. 

-Qual é a graça? -Ana perguntou a Fernanda. 

-É que por um momento eu tinha esquecido que o Justin que é o garoto mais lindo do colégio, com todo o respeito aos outros garotos. 

-Assim como a irmã dele, que também é a garota mais linda do colégio. -Revidou. 

-Jazzy, você pode me ajudar? -Justin entrou na sala distraído, com pistola de cola quente, refil, e palitos de picolé na mão. Vi minhas colegas babarem, idiotas. 

Justin notou a presença de seus colegas na minha sala, todos cumprimentaram ele, até o "babaca". Ele lançou um sorriso branquinho para as minhas colegas. 

-Como vão princesas? -Perguntou educado. 

-Bem. -Responderam em sintonia. 

-Olha Justin, eu nem iria comentar nada, mas o novato disse que iria ser seu cunhado. -Meu irmão negou. 

-Sem chances. 

-Quem decide é ela, não você. 

-Pois bem, se casaria com ele? 

-Não. -Respondi. 

Na verdade, eu não sei, mas queria dar moral ao meu irmão. Vi o rostinho do "babaca" mudar expressão, não consegui decifrar o que ele estava sentindo ou pensando.

 Justin pôs os matérias que carregava do projeto sobre minha mesa e pediu ajuda para construir uma casinha com ele, para uma maquete. 

-Eu nunca fiz uma casinha de palitinhos antes. 

-Você é boa em acabamento. -Neguei. -Por favor Jazzy... 

Como ele pediu com educação, o ajudei.

-Assim está bom? -Lhe mostrei dois palitinhos colados, assentiu. 

-Obrigada por ter negado, sei que só o fez para me dá moral. -Agradeceu baixinho. 

-Qual o nome dele? 

-Jazzy, isso não é importante. 

-Eu não posso nem saber o nome dele? -Negou, fechei a cara mordendo o lábio.

Depois que o intervalo acabou, meus colegas voltaram e deram continuação aos preparativos. Expulsaram os colegas do Justin, mas ele não, vai entender... 

Minha quarta e quinta aula foram de espanhol e a sexta educação física, também foram vagas. 

Terminei a casinha com o Justin faltando poucos minutos para a aula acabar, ele me agradeceu com beijinhos na bochecha. 

Assim que a aula acabou, eu e meus irmãos fomos almoçar. Jaxon e Justin são realmente lindos, minhas colegas são as donas da razão. Voltamos para o colégio e cada um foi para a sua sala. 

Eu e Gabriela passamos a tarde inteira concluindo um globo gigante.  

-Incrível! -O babaca invadiu pela segunda vez a minha sala. Concordamos com ele, o globo realmente estava incrível. -Posso roubar um pouquinho a sua colega? -Perguntou para Gabriela que assentiu sem hesitar.

-Precisa de algo? 

-Preciso da sua companhia. 

-Como você se chama? 

-Matt, seu futuro marido. 

-Ah, entendi. 

-Vou te fazer a mulher mais feliz do mundo, amor. 

-Você viu o meu irmão, amor? -Aquele sorriso fofo surgiu novamente em seus lábios. 

-Está na nossa sala. -Assenti. 

Arrumei minha mochila e junto ao Matt, fomos ao encontro do Justin, que já estava arrumando suas coisas também. Jaxon apareceu na porta da sala. 

-Vamos? -Perguntei, assentiram.

Matt me deu uma piscadela, revirei os olhos.

Papai já estava ao nosso aguardo, graças à Deus. Estou acabada, puta merda! 

 A primeira coisa que eu fiz assim que cheguei em casa foi minhas necessidades e higienes, e tomei um banho bem demorado.

-Jazzy? -Justin me chamou, dando umas batidinhas na porta. 

-Pode entrar Jus. 

Ele entrou e me pegou no colo, me jogando na cama, se pôs sobre mim. Ergui seu rostinho de bebê e beijei a pontinha do seu nariz. 

-Se casaria com ele? 

-Não sei. 

-Claro que não se casaria, eu não deixaria. 

-Eu nunca deixei você namorar a Gabriela.

-Quer que eu termine? 

-Por favor, ela é uma falsa! -Ele riu. 

-Se eu terminar, ficaremos juntos? 

Não o respondi e o tirei de cima de mim, saindo do meu quarto. Na cozinha, uma janta deliciosa me aguardava. 

Jantei e depois me preparei para dormir, melhor dizendo, cochilar, pois amanhã tenho o meu encontro com ela. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...