História Your Colors - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Namjin, V-hope, Yoonmin
Visualizações 19
Palavras 931
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shounen, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Annyo ~ :3

Demorei. Mas tá aí ksjsksk
Espero que gostem.

Capítulo 4 - Feeling


Fanfic / Fanfiction Your Colors - Capítulo 4 - Feeling

O despertador tocou, e pela 76698° vez eu tive vontade de jogar meu celular na parede.


Talvez eu faça isso, não preciso tanto dele.– Pensei ainda de olhos fechados e escutando a maldita, mas boa música.

Depois de alguns segundos levantei-me de modo brusco, recebendo, assim aquela tontura e aquele escurecimento nas vistas.


Tombei. Fechei meus olhos rapidamente massageando as têmporas de leve. Respirei fundo e desliguei a música aproveitando para ver as horas, apesar de saber que horas já eram. 5:15


Meu despertador estava configurado para as 5:00, mas eu sempre acabo apertando aquele botão "soneca" "soneca" "soneca". Havia uma mensagem de Jungkook, não só uma, tinham cinco mensagens dele.


  KookieJimin? 


  KookieJimin?? Mochi? Me responda! 


  Kookie:  Estou ficando preocupado.

  

  Kookie: Por que não me disse que tinha trocado de clínica ?? 


  Kookie: Deveria ter me dito! Eu Não estaria tão estérico procurando por você na clínica!


      Jungkook é meu colega de trabalho, corrigindo, ele era meu colega de trabalho. Eu particularmente tenho uma quedinha por ele...tá bom, eu tenho um TOMBO por ele, e adimito que quando li a palavra "Mochi" tremi nas bases. Não é todo dia que o crush te chama de "Bolinho", não é mesmo ? 

  

Eu: Kookie? me desculpe, eu não peguei meu celular desde quando me tranferi.


  Pois é, eu sou tão gênio que tinha esquecido que tenho um celular. Ri de sua palavra "Trocado". Eu não "troquei" de clínica, eu fui transferido.


Eu: Parece que temos um Jungkook preocupado?? Parece até pegadinha. 


  Bloqueei a tela do celular e fui me arrumar rapidamente para o trabalho.










Era um bom dia, estava com vinte e quatro graus, é outono. Porém, não vira nenhuma folha caindo. No caminho encontrei Chanyeol, meu primo e um garoto, que julguei ser seu namorado, pois estava agarrado a seu braço.

Inveja.


– Jimin! - Chan veio me cumprimentar e seu - seja lá o que for - O seguiu. Ele me deu um abraço sorrindo.


– Channy! – devolvi o abraço, que logo ele desfez com a maior empolgação. 


– Esse é Baekhyun, meu..namorado - Ele segurou a mão do garoto incrívelmente adorável parecendo estar inseguro ao falar, mas estava feliz.

 

 Baekhyun se curvou para mim em uma reverência e eu fiz o mesmo. Sabe quando você tem vontade de guardar alguém pro resto da vida ? Eu tive vontade de fazer isso com Baekhyun. Só não contém para o Channy.


– É um prazer, Jimin - Ele sorriu. Meu Deus, ele existe mesmo?? Parece aqueles personagens de animes. Tão fofo! 


Eu juro que me segurei para não apertar suas bochechas e parecer um louco. 


– Igualmente, Baekhyun - Fiz a Educada mesmo e olhei para o relógio de relance. 6:53 AM. Meu trabalho começa às 7:00. Risos. – A-ah.... nós deveríamos sair um dia desse! Mas agora eu realmente tenho que ir trabalhar - Abracei cada um rapidamente, foi até engraçado – Vamos combinar! – Falei quando já estava um pouco a frente deles e eles sorriram acenando para mim.









Chegando na clínica quase morrendo - fui ao quarto de Yoongi. Ele é meu único paciente, sim, o único! Deve ser porque eles acham que sou novo demais e não tenho experiência. Idiotas.


Min estava deitado na cama olhando para o teto - dessa vez acordado.













 

  A porta fora aberta. Era ele...


Me levantei rapidamente para observa-lo. Observar sua cor...tão lindo.


– Bom dia, Yoongi - Ele sorriu e meu coração deu um solavanco. 


Eu não o respondi, minhas palavras não sairiam corretamente. Então apenas fiquei o olhando, a cada movimento dele eu ficava excitado. Ele passando suas mãos pelos fios do seu cabelo. Ele sorrindo docemente ao me falar "Bom dia". Ele hidratando seus lábios. Ele.


– Hoje eu quero saber sobre você – Mais um solavanco – Quero que me conte sobre sua família - semicerrei os olhos por um momento - Me conte..das suas lembranças..



– Não. – Disse morbidamente.


Park se remexeu na cadeira e escreveu algo no caderninho.


– Qual sua idade, Min Yoongi? 


– 26.


Não saiu um "Vinte e seis" - sairá mais um "Vinte seix". Me repreendi por isso.


– Mas não é como se não soubesse minha idade - novamente não sairá corretamente as minhas falas - Está na ficha...


Park sorriu - Ele deveria sorrir assim para sempre. Era a coisa mais bela que eu já vira em toda minha vida..e eu já tinha visto muitas coisas.


– Eu sei que está na ficha, porém quero conversar com você - Ele cruzou as pernas - Você não me dá oportunidade para conversar, então eu tenho que abrir as brechas.


Me aprumei na cama e voltei a fita-lo. Por um momento estava nítido sua cor. Ele estava normal, sua pele branca, seus cabelos loiros, suas roupas....


Por um momento eu pude ver. Mas voltei a enxergar o laranja. Pisquei os olhos com força.


–Qual a cor do seu cabelo ? - Perguntei


– É platinado - ele riu - pensei em pinta-lo de laranja...- Minha boca abriu-se um pouco, eu queria sorrir, mas não sorri. Eu queria passar a mão em seus cabelos...parecem tão macios, mas não o fiz. – Você não enxerga as cores? - neguei - Sabe..não acho que seja Sinestesia.


O olhei com certa dúvida franzindo o senho e ele explicou.


– As drogas mexem com muita coisa, Yoongi. Como com a visão. Fazem você enxergar cores ou não enxergar. Na sinestesia você enxerga as cores, com um gosto ou até sente o cheiro delas....


Jimin continuou me explicando, mas eu não estava prestando muita atenção. Eu estava hipnotizado. Park era um Deus na terra, ou um demônio, mas com toda a certeza, aquilo era celestial. Era incrível como ele falava, sua cor era incrível, tudo em Park me fascinava....E eu não sei o porquê.


 





 








   




Notas Finais


Não ficou grande coisa, mas....

Desculpem os erros <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...