Jornal Poeira Estelar


Por: ~


ㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤi love you, forever



ㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤO dia estava lindo.

ㅤㅤㅤㅤㅤㅤNo céu, um sol quente e suave brilhava, a temperatura beirava a perfeição dos 20 graus e um leve vento soprava fresco por entre as arvores e parecia impulsionar as várias crianças que ali estavam correndo como se estivessem fugindo de alguma coisa qualquer que as perseguia.


ㅤㅤㅤㅤㅤㅤPara ele, o dia estava perfeito. Estava há um incontável tempo esperando por um dia desses. Ou melhor, não um dia mas sim um cenário como o que via, envolvendo todos os que ali estavam em harmonia com a natureza ao redor.


ㅤㅤㅤㅤㅤㅤEle poderia ficar ali, sentado na grama, olhando para o seu redor como se fosse um mero espectador, sem perspectiva de ação. Apenas a olhar.

ㅤㅤㅤㅤㅤㅤFoi então que olhou para longe, na direção em que seu coração mandava e, então, viu o que ele tanto estava querendo mostrar-lhe: por entre as árvores, o vento soprara a seu favor, levando um pequeno pedaço do vestido de sua amada para fora de seu esconderijo, expondo seu verdadeiro estado e seu verdadeiro desejo. Vendo isso, decidiu parar de apenas olhar; decidiu correr e alcança-la.


ㅤㅤㅤㅤㅤㅤE ele correu.

ㅤㅤㅤㅤㅤㅤCorreu atrás de sua amada, tentando alcança-la tao desesperadamente que a única reação dela era fugir e rir. Fazia tempo que não corria daquele jeito.

ㅤㅤㅤㅤㅤㅤ A unica corrida que conhecia era a de sua vida: correu para estudar e ingressar na universidade, correu para trabalhar, formar carreira e ganhar dinheiro, correu para encontrar a pessoa certa, construir uma família e ser feliz.

ㅤㅤㅤㅤㅤㅤVenceu as duas corridas: estava formado e tinha um trabalho próspero. Porém, era sozinho.


ㅤㅤㅤㅤㅤㅤEstendendo o braço, sentia como se estivesse cada vez mais próximo de toca-la quando então ela desistiu e, pegando-o pelo braço, deitou-se no chão, convidando-o a juntar-se a ela.

ㅤㅤㅤㅤㅤㅤEla estava ali, deitada em sua frente. Conseguia ouvir o sangue pulsar forte por todo seu corpo, o pulmão inspirando e expirando, o coração batendo em seu peito fazendo-o subir e descer em um ritmo eufórico como prestes a explodir.

ㅤㅤㅤㅤㅤㅤAli, deitado ao lado dela, esqueceu do mundo ao seu redor. Sentiu como se os dois fossem os únicos no mundo, merecedores de tudo de bom e belo que nele houvesse.

ㅤㅤㅤㅤㅤㅤAo admirar sua beleza, desejou a ter para sempre, nao
apenas como parte de si, mas como um quadro que penduraria em uma parece de sua memoria, acessível a qualquer momento de qualquer dia.

ㅤㅤㅤㅤㅤㅤOs cabelos longos e negros se espalhavam pela grama como se fossem raízes de uma grande
e bela árvore que avançavam pelo gramado firmando sua grandeza.

ㅤㅤㅤㅤㅤㅤO vestido claro cheio de flores desenhadas parecia fundir-se de maneira tao natural com as outras flores que por ali se encontravam, unindo os perfumes, as cores, a beleza e a leveza em um só.


ㅤㅤㅤㅤㅤㅤDe repente, ela fechou os olhos. A sonhar? Quem sabe. A única certeza é de que aquela era a chance dele de demonstrar seu amor e esperar para ser correspondido.

ㅤㅤㅤㅤㅤㅤCom a mão primeiramente no ar, vacilante, pensou no que fazer. Escutar a consciência ou o coração? Seus sentimentos estavam tao perto de saírem em palavras e gestos que decidiu dar lhes a permissão de se mostrarem, decidiu pousar sua mão no rosto da amada.

ㅤㅤㅤㅤㅤㅤDeslizou-a dos cabelos até o pescoço, passando pela face franca que, conforme sentia a mão a acariciar, tornava-se rosada e, enfim, vermelha, mostrando o amor tímido que tao dificilmente conseguia esconder.

ㅤㅤㅤㅤㅤㅤFez carinho no pescoço na tentativa de excita-la e mostrar a alegria que sentia em estar ali, com ela, naquele momento, fazendo o que fazia.

ㅤㅤㅤㅤㅤㅤPassou então a mão para a nuca e viu os olhos, que antes se encontravam cerrados, agora o fitavam de forma tao intensa que poderia ser facilmente confundida entre ira e amor.


ㅤㅤㅤㅤㅤㅤOs olhares trocados só tornaram tudo mais explicito:
ele a amava demasiadamente, ela também; ele a queria para sempre, ela também; ele precisava
dela para viver, ela também; ele a necessitava para ser feliz. E ela também.

ㅤㅤㅤㅤㅤㅤLentamente, os dois corpos foram se alinhando, aproximando-se como dois astros gigantes
prestes a colidir. O momento passou tão lento como uma vida, e tão rápido como um piscar de
olhos.

ㅤㅤㅤㅤㅤㅤConforme ele sentia-a mais perto, podia notar o perfume dela cada vez mais forte, tornando-se no único ar disponível para respirar.

ㅤㅤㅤㅤㅤㅤO calor que irradiava do corpo dela era quente
e o abraçava em um calor terno desejoso de fundir finalmente aqueles dois corpos em uma forte
e branda paixão.

ㅤㅤㅤㅤㅤㅤPousando a outra mão na cintura, sentiu a leve silhueta que de lentamente tornava-se
mais e mais visível, como a deixar a amada nua somente para ele.


ㅤㅤㅤㅤㅤㅤDe uma maneira tão tênue, quase imperceptível, sentiu que a pouca tensão que ali existia se dissolvia enquanto a amada pousava sua pequena mão no rosto dele.

ㅤㅤㅤㅤㅤㅤCarinhos leves em sua face, mexendo de leve no emaranhado de sua barba torava tudo tao claro que não havia nada mais a impedi-los.


ㅤㅤㅤㅤㅤㅤEstavam face a face. Os lábios já se tocavam mas não faziam nada.

ㅤㅤㅤㅤㅤㅤSentiu então um beijo pousar em sua boca, convidando-o para uma experiencia inesquecível.

ㅤㅤㅤㅤㅤㅤRicardo sentiu-se completo. Sentia Elisa em seus braços finalmente.

ㅤㅤㅤㅤㅤㅤA paixão era tanta que sentiu-se como sugado por um buraco negro, perdido no infinito
de seu amor por ela… E assim os dois ficaram.

ㅤㅤㅤㅤㅤㅤDe repente, passava a sentir seu corpo voltando para o lugar onde estava, sentia a
amada dissolver-se por entre seus braços. O desespero tomou conta de seu corpo.

ㅤㅤㅤㅤㅤㅤPara onde ela foi? Estava ali há tão pouco tempo, impossível ter fugido.

ㅤㅤㅤㅤㅤㅤTentou correr, mas estava imobilizado. Tentou olhar ao seu redor mas o parque não es-
tava mais lá. A unica coisa que conseguia visualizar era uma lampada que ofuscava seus olhos
tao forte que ele não conseguia piscar.


ㅤㅤㅤㅤㅤㅤDe repente, percebeu onde estava. Lembrou que estava num hospital, preso a uma cama
e a um corpo agora já inútil. Não podia mais desfrutar do gozo da vida, do amor, da paixão.

ㅤㅤㅤㅤㅤㅤEstava ali, paralisado, sem conseguir mover suas pernas, sem conseguir mover seus braços,
sem conseguir mover músculo algum de seu corpo velho que se deteriorava como um vegetal largado em uma lata de lixo esperando pelo fim dos tempos


ㅤㅤㅤㅤㅤㅤSentiu alguma coisa se aproximando. Estava delirando novamente ou era a morte chegando?

ㅤㅤㅤㅤㅤㅤSentiu o perfume que sentira em seu sonho. Sentia o calor que sentira em seu sonho.
Vira então a mulher que vira em seu sonho.

ㅤㅤㅤㅤㅤㅤEla estava com um uniforme claro, uma flor rosa presa em seu cabelo e um crachá onde se
lia Elisa Lira - enfermeira chefe.

ㅤㅤㅤㅤㅤㅤParecia vir com um presente, uma surpresa. Seria a liberdade? Em seus olhos lia tristeza e felicidade ao mesmo tempo, até que sua voz transpareceu a primeira:

ㅤㅤㅤㅤㅤㅤ- Adeus, senhor Ricardo. Descanse…

ㅤㅤㅤㅤㅤㅤE então, sentiu a amada em seus braços novamente. Agora, não mais se beijavam. Olhavam
um para o outro e sabiam que agora, eles estavam definidamente juntos.

Escutando: do re mi - blackbear

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...